ENTRETENIMENTO
24/03/2015 11:52 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Para evitar câncer, Angelina Jolie realiza nova cirurgia para retirar os ovários e trompas

Getty Images

Quase dois anos depois de fazer uma dupla mastectomia, a atriz Angelina Jolie, de 39 anos, revelou nesta terça-feira (24) que passou por mais uma cirurgia na expectativa de reduzir o risco de desenvolver câncer. Desta vez, seus ovários e trompas foram removidos.

Em artigo publicado no jornal The New York Times, intitulado "Angelina Jolie Pitt: Diário de uma Cirurgia", a cineasta e ativista disse que tomou esta decisão após um exame de sangue feito duas semanas atrás mostrar um sinal precoce de desenvolvimento da doença. Testes adicionais descartaram qualquer tumor em estágio avançado, mas ela escolheu seguir as orientações dos seus médicos. "Os médicos aconselharam que eu fizesse a cirurgia preventiva uma década antes dos primeiros sinais de câncer nas mulheres da minha família. O câncer de ovário da minha mãe foi diagnosticado quando ela tinha 49. Eu tenho 39", escreveu Jolie.

Em 2013, Angelina revelou que possui um gene hereditário que a coloca em alto risco de desenvolver câncer de mama e de ovário (cerca de 87 %). Conhecido como BRCA1, apenas 12 % das mulheres tem o mesmo gene 'defeituoso' que a atriz.

À época, sua decisão de anunciar publicamente a dupla mastectomia foi elogiada como um divisor de águas nos esforços para convencer as mulheres realizar os exames e sensibilizá-las para a necessidade da detecção precoce do câncer de mama.

Jolie ainda escreveu que, embora a mutação genética sozinha não fosse uma razão para recorrer à cirurgia, já que existem outras opções médicas disponíveis, o histórico de sua família influenciou sua decisão de passar por uma nova internvenção. O procedimento induz à menopausa e, por isso, a atriz não poderá ter mais filhos e atualmente busca medicamentos e tratamentos hormonais alternativos.

"Não é fácil tomar estas decisões. Mas é possível assumir o controle e combater o problema de frente. Você pode pedir conselhos, aprender sobre as opções disponíveis e fazer a escolha certa para você. Conhecimento é poder", disse Angelina em seu texto.

O artigo deixa claro a angústia que os resultados dos exames de sangue trouxeram. Ela conta que telefonou imediatamente para seu marido, o ator Brad Pitt, que voltou da França em algumas horas e relatou as consequências da operação como "parte da vida, nada a ser temido" e ainda disse que se sente segura sobre suas escolhas. Mãe de seis crianças, ela diz que pensou nos filhos ao tomar a decisão: "Eu sei que meus filhos nunca vão ter que dizer: 'Mamãe morreu de câncer no ovário'".

(Com informações da Veja e Estadão Conteúdo)

LEIA MAIS:

- Aulas de maquiagem ajudam mulheres em tratamento de câncer a recuperar autoestima

- Água poluída mata mais mulheres que Aids e câncer de mama, revela pesquisa

- 'Há dois anos recebi o diagnóstico de câncer de mama. E sou muito melhor agora'

- Ela tinha 10% de chance contra o câncer. E conseguiu vencer