NOTÍCIAS
20/03/2015 14:45 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Ministro do Planejamento nega reajuste salarial de 27,3% aos funcionários públicos

ITACI BATISTA/AE

Em meio aos esforços do governo para conter gastos públicos, 41 representações de servidores públicos federais e oito centrais sindicais se reuniram nesta sexta-feira (20) com o Ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, para reivindicar um reajuste linear de 27,3%.

Mas, segundo a agência Reuters, o ministro descartou a possibilidade de aumento, afirmando que "não há espaço para atender a proposta de reajuste salarial apresentada por servidores para 2016."

Segundo o Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), o percentual pedido tinha como ponto de partida o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de agosto de 2010 a julho de 2016 que gira em torno de 44%, já descontados os 15,8% concedidos pelo governo em três parcelas (2013, 2014, 2015).

Só em 2014, o Tesouro Nacional deve de desembolsar mais de R$ 240 bilhões para pagar salários, aposentadorias e pensões.