NOTÍCIAS
18/03/2015 10:57 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:13 -02

Aprovação de Dilma cai a 16% no Nordeste, região onde teve maior vantagem nas eleições

Montagem/Estadão Conteúdo

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (18) mostra que a reprovação de Dilma Rousseff cresceu em todas as partes do País e em todas as faixas de renda. As regiões Nordeste e Norte, onde a presidente teve maior vantagem nas eleições de outubro, também estão rejeitando mais a petista.

Atualmente, apenas 16% dos nordestinos consideram o governo Dilma ótimo ou bom. A proporção daqueles que o consideram regular é de 28%. Já os que julgam ruim ou péssimo atinge 55%.

Um mês antes das eleições, em setembro do ano passado, 45% dos moradores do Nordeste achavam ótimo ou bom o governo de Dilma; 36%, regular; e 17%, ruim ou péssimo.

No Norte, os atuais índices são: 21% (ótimo ou bom), 28% (regular) e 51% (ruim ou péssimo). Em setembro de 2014, os percentuais eram respectivamente: 39%, 41% e 18%.

A maior reprovação de Dilma ocorre na região Centro-Oeste, onde 75% consideram sua gestão ruim ou péssima e apenas 10% julgam boa ou ótima.

No Sudeste, a presidente é reprovada por 66% dos moradores. No Sul, por 64%.

Jogaram para baixo a avaliação de Dilma o aumento da inflação, o pessimismo sobre a economia do País e a possibilidade de avanço no desemprego.

O instituto ouviu 2.842 eleitores na segunda-feira (16) e na terça-feira (17).

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.