NOTÍCIAS
06/03/2015 07:46 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Voz da mãe reforça desenvolvimento de bebês prematuros, relata estudo

iStock

Mesmo com a certeza de que ele não vai entender, converse com seu filho prematuro.

É o que recomenda um novo estudo publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences. Ele indica que bebês prematuros se beneficiam de ouvir o som da voz da mãe. A fala materna ajuda o bebê a superar suas dificuldades de desenvolvimento neurológico.

"O desenvolvimento cerebral é moldada por experiências sensoriais dos primeiros períodos da vida", escreveram os autores do estudo.

O estudo acompanhou 40 bebês nascidos com entre 25 e 32 semanas de gestação - considerados muito prematuros.

Os pesquisadores examinaram o cérebro dos pequenos na data do nascimento e um mês depois. Parte dos bebês foi exposta a gravações de suas mães cantando cantigas de ninar, bem como a registros sonoros da batida do coração das mamães durante 3 horas por dia.

Aqueles bebês expostos a gravações da voz da mãe enquanto estavam na incubadora durante o período apresentaram córtex auditivos mais desenvolvidos.

Pesquisas anteriores relataram que a partir de 25 semanas o bebê já consegue reconhecer o som da voz da mãe e apresentar respostas a ele.

Agora, a pesquisa deve prosseguir verificando se a voz do pai ou de outras pessoas produzem o mesmo efeito positivo.

Hoje, 15 milhões de bebês nascem antes da hora anualmente no mundo. Cerca de 1 milhão não sobrevive. Bebês prematuros têm mais risco de desenvolver problemas de audição ou de linguagem devido a dificuldades de desenvolvimento neurológico.