MULHERES
05/03/2015 09:56 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Mãe viraliza na internet ao dar surra no filho que vazou vídeo íntimo da namorada (VÍDEO)

Reprodução

A prática do revenge porn (pornô da vingança) ainda é um problema recorrente na internet, seja no Brasil e no mundo. Mas uma mãe resolveu tomar as dores da namorada do seu filho, responsável pelo vazamento de um vídeo íntimo da menina.

Não sabemos mais detalhes sobre a filmagem, que viralizou nas redes sociais (e acabou sendo retirada no fim da manhã desta quinta-feira). E é importante mencionar: Não somos a favor da violência!

Entretanto, quando a educação na base da conversa não funciona, há alguns pais que adotam outros métodos menos ‘ortodoxos’, digamos assim (os quais talvez vários internautas também conheçam em suas próprias casas).

Deixamos abaixo o diálogo entre mãe e filho ao longo de um minuto do vídeo, filmado ao que parece pela mãe do jovem.

- Você gosta de filmar as pessoas na situação degradante?

- Não, mãe.

- Abaixa essa mão!

- É isso que você acha bonito?

- Não.

- Abaixa essa mão!

- Para! Para, esse troço dói!

- É isso que você acha bonito?

- Você é muito homem para filmar uma menina numa situação... abaixa essa mão!

- Não, não!

- Cala essa boca! Não quero saber se você mandou!

- Olha pra mim!

- Abaixa essa perna! Levanta essa cabeça!

- Ai! Para mãe, para!

- Levanta a cabeça e abaixa essa mão!

- Ai! Por favor, para! Ai meu dedo, meu dedo!

- Você é muito homem? Abaixa essa mão!

- Ai, ai! Para, por favor!

- Babaca! Babaca! É isso que você é! Um babaca!

Não é por nada não, mas a gente tem o palpite que esse garoto não irá mais vazar vídeo íntimo algum. Horas mais tarde, após a repercussão do vídeo, a mãe do jovem postou o seguinte desabafo para se justificar:

tuitemae

LEIA TAMBÉM

- Ativista exibe fotos de si mesma nua para combater revenge porn (NSFW)

- Pornografia da vingança: mulher processa o Facebook em US$ 123 milhões

- Como reagir a um ataque de revenge porn: com a arte da nudez

- Pornografia da vingança: Marco Civil da Internet facilita punição e obriga sites a tirar vídeos íntimos do ar