NOTÍCIAS
16/02/2015 12:49 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Brasileiro Rodrigo Gularte e outros 7 condenados serão transferidos para execução na Indonésia

Reprodução / Fantástico

Autoridades indonésias informaram que oito condenados à morte por tráfico de drogas, dentre eles o brasileiros Rodrigo Gularte, serão transferidos para uma prisão numa ilha, onde serão executados, apesar dos apelos internacionais.

Nada foi dito pelas autoridades locais sobre o laudo, produzido por um médico da Indonésia, que aponta um quadro de esquizofrenia de Gularte, recomendando a internação dele em um hospital psiquiátrico. Essa seria a última esperança do brasileiro escapar da morte.

Dentre os condenados estão também os australianos Andrew Chan e Myuran Sukumaran, além de homens da Indonésia, França, Gana e Nigéria e de uma mulher filipina.

Segundo o governo indonésio, todos já esgotaram as opções legais e serão levados de suas celas na ilha de Bali para a prisão insular de Nusa Kambangan, ainda nesta semana.

A data das execuções não foi anunciada. Os condenados serão executados por pelotões de fuzilamento e serão alvejados em pares.

Especialistas em direitos humanos expressaram suas preocupações em relatórios que indicam que o julgamento de alguns dos réus não atendeu padrões internacionais de imparcialidade.

LEIA TAMBÉM

- Presidente indonésio Joko Widodo recebe pedido de clemência de líder do Napalm Death para condenados à morte

- Indonésia nega apelo de governo brasileiro, mas pede clemência para condenada na Arábia Saudita

- Indonésia: condenados à morte 'já estão conformados', diz jornal local

- Brasil afirma que execução afetará relações com a Indonésia