NOTÍCIAS
13/02/2015 14:10 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Oficial de San Diego é o primeiro a beijar outro homem em cerimônia da Marinha

Petty Officer 2nd Class Kyle Carlstrom/US Navy

O tradicional beijo da Marinha americana feito quando um navio atraca foi, pela primeira vez, estrelado por um casal de homens.

Na segunda-feira (9), quando o submarino USS San Francisco chegou ao porto, o marinheiro de segunda classe de San Diego Thomas Sawiki teve a honra de dar o "beijo oficial" em público.

O marinheiro contou ao Daily News que todos estavam torcendo por ele quando anunciaram, por e-mail, quem teria a honra de dar o primeiro beijo. "Todos estavam realmente animados, me deram muito apoio e estavam felizes", disse.


O namorado de Thomas, Shawn Brier, estava o esperando na plataforma quando os dois se encontraram e deram o beijo na proa do submarino.

"É como qualquer outro beijo", disse Sawiki. "Nós nos amamos. Isso é tudo que importa", completou.

O ato remete a memória da icônica cena do marinheiro da Segunda Guerra Mundial beijando uma enfermeira na Times Square, em meio a comemoração sobre o dia da vitória dos EUA contra o Japão, em 1945.

beijo marinheiro

O beijo gay representa um passo importante para o direito LGBT no Exército americano.

"Apesar de ainda termos progressos a fazer, momentos como esse nos lembram quão longe nós chegamos", disse o presidente da Associação Americana de Parceiro de Militar, Ashley Broadway-Mack, no Facebook.

Essa, no entanto, não é a primeira vez que um casal do mesmo sexo protagoniza o "primeiro beijo". Em 2011, quando o o Exército americano aboliu a política do "Não pergunte, não conte", a oficial de segunda classe, Marissa Gaeta, beijou rapidamente Citalic Snell, oficial de terceira classe.

Leia mais:

- O beijo gay em "Amor à Vida": o Brasil comemorou

- Beijo gay na TV e no cinema é permitido no País sem classificação indicativa