NOTÍCIAS
13/02/2015 20:09 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Instagram admite ‘que nem sempre acerta' quando se trata de nudez

Pelos do corpo feminino agora estão um pouco mais protegidos no Instagram.

No começo de janeiro, a plataforma de compartilhamento de fotos desativou a conta da revista digital australiana Sticks and Stones, depois que a empresa postou uma imagem de duas mulheres de maiô com os pelos pubianos à mostra. Em 21 de janeiro, depois de ser criticada pela imprensa e por usuários do Instagram, a rede disse ao Huffington Post que havia “cometido um erro” e, por isso, reativou a conta da Sticks and Stones.

Abaixo está a foto que o Instagram havia inicialmente removido em toda sua glória peluda. Embora a imagem mostre um pouco de pelo pubiano e talvez a sombra de um mamilo, está longe de ser obscena:

sticks and stones

Quando The Huffington Post entrou em contato com o Instagram para comentar o assunto, a plataforma de mídia social admitiu que havia cometido um erro.

“Nos esforçamos muito para encontrar um bom equilíbrio e permitir que as pessoas se expressem criativamente e [ao mesmo tempo] adotar políticas que preservem uma experiência confortável para nossa comunidade global e culturalmente diversa”, disse um porta-voz do Instagram. “Essa é uma razão pela qual nossas diretrizes colocam limites para a nudez, mas reconhecemos que nem sempre acertamos. Neste caso, cometemos um erro e reativamos a conta.”

As regras para os usuários do Instagram proíbem “fotos violentas, nuas, parcialmente nuas, discriminatórias, ilegais, ilícitas, que incitem o ódio, pornográficas ou sexualmente sugestivas”. Embora imagens como a mostrada acima, e a da artista Petra Collins em 2013 com sua virilha sem depilar sejam frequentemente marcadas, outros argumentam que fotos mais “sugestivas” permanecem intactas na plataforma (Clique aqui, aqui e aqui).

“Do que posso notar, realmente sinto que os homens conseguem burlar muito mais em termos do que o Instagram considera ser de natureza sexual”, disse Ainsley Hutchence, diretora da Sticks and Stones, ao Huffington Post.

Jessica Lewis, a modelo que encontrou a foto em primeira mão, destacou para o site Mic.com que o Instagram não parece censurar pelos pubianos de homens, citando uma recente sessão de fotos de Justin Bieber, como um exemplo.

“Por que é inapropriado para mulheres mostrar pelo pubiano — natural e real — em imagens quando Justin Bieber tem o [pelo] dele [retocado] no Photoshop para sua campanha mais recente da Calvin Klein com Lara Stone?”, Lewis disse ao Mic. “Se um homem pode ser melhorado para parecer mais masculino por meio de seu pelo pubiano, por que uma mulher não pode ser aceita na sociedade como feminina mostrando seu pelo?”

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.