NOTÍCIAS
09/02/2015 11:38 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:54 -02

Sem diploma, participante do reality show Casa Bonita Greice Sequeira perde cargo de R$ 8 mil no TRE-RJ

Montagem/Facebook e YouTube

A modelo Greice Caroline Dau Sequeira, de 27 anos, foi indicada pelo juiz Fábio Uchôa, do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), para assumir um cargo de assessora da Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ), cujo salário é de R$ 7.945,86. Só havia um problema: ela não possuía diploma de nível superior, um dos princípios básicos para a função.

Greice assessora o magistrado há seis meses, segundo informações do jornal Extra. Antes disso, ela ficou conhecida por ter participado do reality show Casa Bonita, do Multishow, em 2011, participando de desafios em “uma disputa de pura sensualidade”. Ao jornal, a modelo não quis falar sobre a indicação e disse que o programa era “coisa que pertencia ao passado”.

De fato, em sua página do Facebook não faltam mensagens religiosas (as demais redes sociais dela estão fechadas). Lá também consta duas graduações de ensino superior, uma em Direito e outra em Turismo e Hotelaria, ambas que teriam sido cursadas na Universidade Estácio de Sá. Ao que parece, nenhuma das duas foi concluída por Greice, o que a fez perder a nomeação e o salário em menos de 72 horas.

Segundo o TRE-RJ, a jovem sequer tomou posse, tão logo foi constatada a ausência dos requisitos básicos. Ao Extra, o juiz Fábio Uchôa alegou que Greice é sua estagiária no TJ-RJ e tem feito um bom trabalho. Além disso, o magistrado alegou que “não tinha outra pessoa para colocar” e que não sabia que ela não possuía diploma de ensino superior.

Uchôa afirmou não saber que ela havia integrado o Casa Bonita. Agora ele sabe, isso e muito mais.

Curta a gente no Facebook |
Siga a gente no Twitter