NOTÍCIAS
03/02/2015 19:36 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Esboço de mandado de prisão contra Cristina Kirchner é encontrado em casa de promotor morto

Montagem/Reuters

Washington - O esboço de um mandado de prisão contra a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, foi encontrado na casa do promotor que investigava o atentado contra um centro judaico de Buenos Aires em 1994, disse o jornal norte-americano The New York Times, citando um importante investigador.

O promotor Alberto Nisman fez um esboço do mandado que acusa Cristina de tentar proteger autoridades iranianas das responsabilidades pelo atentado, de acordo com o jornal.

Nisman morreu em 18 de janeiro, um dia antes de comparecer ao Congresso Nacional da Argentina por conta de suas alegações de que Cristina conspirou para atrapalhar as investigações.