NOTÍCIAS
15/01/2015 22:39 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

9 mentiras que você ouve sobre seus programas de TV favoritos

NBC

Quer sejam notícias falsas sobre a escolha de atores para o seriado "True Detectives”, teorias inventadas por fãs de “Game of Thrones”, falsas notícias sobre a suposta morte de celebridades ou qualquer coisa no meio, o mundo da televisão é cheio de boatos falsos. O que é incrível é que alguns deles são passados adiante com tanta frequência que acabamos achando que são verdade, por mais absurdos sejam.

Veja nove mentiras que já lhe contaram sobre alguns de seus seriados de TV favoritos.

1. Lucille Ball era ruiva em “I Love Lucy”

tv show gifs

Quando Lucille Ball chegou a Hollywood, era morena, mas tingiu os cabelos de loiro para trabalhar como atriz. Mais tarde ela adotou a cor de cabelos pela qual ficou conhecida em “I Love Lucy”, mas Irma Kusely, que foi sua esteticista durante anos, explica que a tonalidade não era ruiva:

“É cor de damasco, mas muita gente pensa que é ruivo”, ela contou a Karen Herman, arquivista do Emmy, em 2001. “Não é ruivo. É um adamascado dourado. Eu usava tintura de cabelo normal quando tingia o cabelo dela e então fazia uma rinsagem com hena para dar aquela tonalidade pela qual ela ficou famosa.”

2. Lassie salvou Timmy quando ele caiu num poço

lassie

Timmy, o segundo dono de Lassie no seriado, se meteu em muitas encrencas ao longo de sete temporadas. Ficou preso numa mina, quase levou um tiro e quase foi pisoteado por um elefante foragido. Mas o próprio Timmy – o ator Jon Provost – revelou em sua autobiografia que ele nunca caiu num poço.

E em todas as 17 temporadas do seriado, o único personagem principal a cair em um poço foi a própria Lassie.

3. Há um Superman em todos os episódios de “Seinfeld”

seinfeld

Os fãs de “Seinfeld” muitas vezes apontam para o ímã e a estátua de Superman no apartamento de Seinfeld como prova de que essa afirmação deve ser verdade, mas os objetos só apareceram no seriado nas temporadas quatro e cinco, respectivamente. Outras referências supostamente inseridas no seriado também podem ser questionadas. Por exemplo, Teri Hatcher, que foi Lois Lane em “Lois & Clark – As Novas Aventuras do Superman”, apareceu em “Seinfeld” antes mesmo de “Lois & Clark” estrear.

É verdade que Jerry Seinfeld é fã inveterado do Superman e aludia ao Homem de Aço com frequência em seu show, mas várias fontes de informações sobre “Seinfeld” e Superman observam que não existe uma referência visual ao Homem de Aço em cada episódio do programa, e muitos dizem que tampouco há referências obscuras em cada um.

4. Beto e Ênio são gays

bert ernie

Esse é um rumor que ainda hoje circula na mídia, mas “Sesame Street” (“Vila Sésamo”, no Brasil) pôs fim às especulações com um comunicado que divulgou em 2011:

"Bert [Beto] e Ernie [Ênio] são o melhor amigo um do outro. Eles foram criados para ensinar às crianças em idade pré-escolar que as pessoas podem ser grandes amigas de pessoas muito diferentes delas. Embora os dois sejam identificados como personagens masculinos e possuam muitas características humanas (como é o caso da maioria dos Muppets), eles são bonecos e não têm orientação sexual.”

5. O capitão Kirk disse “beam me up, Scotty”

star trek

“Beam me up, Scotty” (“teletransporte-me, Scotty”) é uma das falas mais citadas erroneamente na história da televisão. O seriado “Jornada nas Estrelas” tem personagens que usam variações diferentes da frase, como “beam us up!” e “Scotty, beam us up, fast”, mas ela nunca foi dita na ordem exata que todo o mundo gosta de repetir.

“Beam me up, Scotty” virou tão popular que o ator que fazia o papel de Scotty, James Doohan, a usou no título de sua autobiografia.

6. Foi usada manteiga de amendoim para fazer o cavalo Mister Ed falar

tv show gifs

Esse boato foi iniciado originalmente pelo ator humano que contracenava com Mister Ed, Alan Young, que explicou o porquê numa entrevista, anos depois:

"Foi por causa das crianças. Elas escreviam para nós e perguntavam se o cavalo realmente sabia falar! Al Simon e Arthur Lubin, os produtores, sugeriram que mantivéssemos segredo em torno do método; acharam que as crianças ficariam decepcionadas se descobrissem os detalhes técnicos de como era feito. Então eu inventei a história da manteiga de amendoim, e todo o mundo acreditou."

Na realidade, Mister Ed movia os lábios graças a uma fita de náilon colocada sob sua língua. Com o tempo, ele aprendeu a fazer quando recebia a ordem para isso.

7. Jesse Pinkman falou “Yeah! Science, bitch!” ("Yeah! Ciência, vadia!")

Como “beam me up, Scotty”, essa frase supostamente dita por Jesse Pinkman em um episódio da primeira temporada de “Breaking Bad” é aceita como tendo sido dita de verdade e, desde então, se espalha pela internet como um meme. Na realidade, o que o ator Aaron Paul diz é “Yeah, Mr. White. Yeah, ciência”.

Pinkman é conhecido por ter dito a palavra “bitch” (que tem muitos significados, incluindo "vagabunda", "prostituta" etc.) ao longo de todo o seriado, mas algumas pessoas podem se surpreender ao saber que ele só a empregou 50 vezes em todas as cinco temporadas de “Breaking Bad”.

8. Há extraterrestres em cada episódio de “South Park”

south park

A ideia é amplamente aceita como fato pelos fãs de “South Park”. Mas a South Park Studios pôs os pingos nos is:

"Esse deve ser um dos maiores mitos relativos a 'South Park'. E, apesar do que você pode ter ouvido na rede de informações sobre aliens, a verdade é que 'não'. Embora visitantes realmente apareçam em alguns capítulos, eles não estão escondidos em todos e cada um. Agora, isso não quer dizer que eles não apareçam de repente, quando você menos espera – por exemplo, dirigindo uma limusine em 'Cow Days' ou vestidos de mulher, escondidos no meio da plateia de um concurso de beleza (em 'Dead Celebrities')."

Quanto à razão por que eles aparecem, “South Park” nos diz que eles trabalham para uma empresa de TV universal e consertam antenas parabólicas escondidas no reto de alguns comuns mortais.

9. A criminalidade caiu durante o primeiro show dos Beatles na TV americana

tv show gifs

No dia 9 de fevereiro de 1964, cerca de 73 milhões de pessoas assistiram à apresentação ao vivo dos Beatles no “The Ed Sullivan Show”. O boato de que a criminalidade teria caído durante a apresentação teve origem com o editor do jornal Washington Post, B.F. Henry, que escreveu:

"Durantes as horas em que os Beatles estiveram no programa de Ed Sullivan, nem uma calota de roda sequer foi roubada nos Estados Unidos."

A frase soa como elogio, mas o site Snopes informa que Henry a disse para enfatizar a ideia de que os Beatles eram uma moda que agradava “ao que havia de pior na juventude americana”, logo, que seus fãs provavelmente pararam de cometer crimes durante um tempo curto para assistirem ao show.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

Curta a gente no Facebook |
Siga a gente no Twitter