NOTÍCIAS
08/01/2015 14:31 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Operação Lava Jato: Antônio Anastasia, senador do PSDB, é citado em depoimento à Polícia Federal e rebate acusações

Montagem/Estadão Conteúdo/Flickr

Citado em depoimento na Operação Lava-Jato, o senador eleito Antônio Anastasia (PSDB-MG) reagiu com "forte indignação" à acusação feita à Polícia Federal pelo policial Jayme Alves de Oliveira Filho, conhecido como Careca. Ele disse que entregou R$ 1 milhão ao ex-governador de Minas em 2010. Anastasia disse que não conhece Careca ou Alberto Youssef e que o governo de Minas não tinha qualquer relação com a Petrobras. "Não conheço este cidadão, nunca estive ou falei com ele. Da mesma forma não conheço, nunca estive ou falei com o doleiro Alberto Youssef", escreveu o tucano em sua conta no Facebook.


Segundo reportagem desta quinta-feira do jornal Folha de S. Paulo, o policial afirma que levou o dinheiro a uma casa em Belo Horizonte e que Youssef teria dito que o destinatário era o então candidato do PSDB ao governo do Estado.

"Tempos mais tarde, vendo os resultados eleitorais, identifiquei que o candidato que ganhou a eleição em Minas era a pessoa para quem eu levei o dinheiro", diz o policial em depoimento.

O ex-governador de Minas afirmou ainda que já contratou um advogado e se colocou à disposição para uma acareação com o policial. Anastasia disse que vai "solicitar o completo esclarecimento do episódio", com a "verificação de qual seria a tal casa, a data deste alegado encontro, o meio de locomoção utilizado e todos os demais elementos para demonstrar, de forma cabal, a inverdade do depoimento".

Ao contrário de outros políticos citados, o caso de Anastasia está sendo tratado na Justiça Federal do Paraná, uma vez que as acusações foram feitas em um período que o tucano não tinha foro privilegiado. O caso poderá ser encaminhado para a Procuradoria-Geral da República porque Anastasia retomou o foro ao ser diplomado pela Justiça Eleitoral no mês passado.

LEIA TAMBÉM:

- Delação do doleiro Alberto Youssef é homologada pelo STF

- Indústria petrolífera é a mais corrupta do mundo, aponta OECD

- Eduardo Cunha critica ‘denúncia vazia' que o liga a esquema da Petrobras

Curta a gente no Facebook |
Siga a gente no Twitter