MUNDO
01/01/2015 10:55 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Tumulto em comemoração de Ano Novo em Xangai deixa 36 mortos e 47 feridos

Aly Song / Reuters

Um tumulto durante uma comemoração de Ano Novo em Xangai, na China, deixou, pelo menos, 36 pessoas mortas pisoteadas. Outras 47 ficaram feridas, disseram as autoridades, cujas vítimas eram predominantemente jovens e do sexo feminino. Fotos da área ocupada durante a celebração e publicadas em uma plataforma chinesa de mídia social mostravam milhares de pessoas lotando a área conhecida como Bund, onde o evento anual é celebrado.

"Foi um caos total. Havia muitas pessoas em um pequeno espaço", disse o professor norte-americano Andrew Jordan Shainker. Segundo ele, o tumulto começou em um restaurante próximo, enquanto as pessoas continuavam a chegar para comemorar, mesmo após o incidente.

LEIA MAIS:

- As festas de Réveillon pelo Brasil afora (FOTOS)

- Veja fotos das comemorações pelo mundo

A causa do tumulto ainda não ficou claro. O presidente chinês, Xi Jinping, pediu uma investigação imediata.

Algumas testemunhas disseram que o incidente começou entre a rua e a beira do rio, espaço cheio de degraus até chegar na praça construída em homenagem a um ex-prefeito de Xangai, Chen Yi. Um vídeo feito na região e publicado em mídias sociais mostraram pessoas gritando e tropeçando enquanto telas de smartphones brilhavam em suas mãos.

Entre os relatos iniciais, uma testemunha, citada pelo portal de notícias oficial Eastday.com, disse que as pessoas podem ter corrido para pegar dinheiro falso de papel que estava sendo jogado para a multidão de cima de um prédio. Uma mulher afirmou que o dinheiro veio de um clube noturno chamado M18, que fica no quarto andar de um edifício. A papel se assemelha a uma nota de US$ 100, mas o nome do clube está inscrito nela.

A administração do clube não respondeu aos pedidos de comentário. Um funcionário do M18 afirmou que as notas falsas eram decorações empilhados sobre uma mesa no local e estavam disponíveis para os visitantes. A fonte disse que o incidente passou despercebido no clube. Segundo o relato, o M18 bloqueia suas janelas, embora outro clube acima dele tenha uma varanda. Nesta quinta-feira, a polícia vasculhava a cobertura do prédio em que fica o M18. Fonte: Dow Jones Newswires.