ENTRETENIMENTO
28/12/2014 18:19 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Fotógrafo Peter Lik se torna o autor da imagem mais cara do mundo com foto de R$ 17,4 milhões

Divulgação

Intitulada Phantom (Espectro, em inglês), uma imagem do fotógrafo australiano Peter Lik se tornou a imagem mais cara a ser vendida em todo o mundo. Capturando um momento no Antelope Canyon, no Estado americano do Arizona, Lik fez uma foto que, para um colecionador privado, valia nada menos do que US$ 6,5 milhões (R$ 17,4 milhões).

“O objetivo de todas as minhas fotos é capturar o poder da natureza e transmiti-la de uma forma que possa inspirar alguém a se sentir apaixonado e ligado à imagem”, disse Lik após confirmada a venda nos Estados Unidos.

Famoso por suas imagens de paisagens com um viés artístico e diferenciado, Lik ainda vendeu para o mesmo comprador outros dois trabalhos, um chamado Ilusão (por US$ 2,4 milhões / R$ 6,4 milhões) e Ânimos Eternos (por US$ 1,1 milhão / R$ 2,9 milhões). Com essas números, o australiano agora detém quatro das mais caras fotos já comercializadas no planeta.

“Certas texturas e contornos encontrados na natureza se prestam muito bem para a fotografia em preto e branco”, explicou Lik. “A intensidade dos contrastantes espaços claros e escuros foi surpreendente, mas se mostrou eficaz para algumas das mais poderosas imagens que eu já tenha criado”, finalizou.

LEIA TAMBÉM

- Como tirar uma foto incrível com o iPhone no escuro

- 12 fotos absolutamente incríveis feitas por viajantes para o concurso da National Geographic

- 9 dicas para você tirar boas fotos com o celular