NOTÍCIAS
02/12/2014 14:32 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Nona greve da Lufthansa em 2014 cancela 50% dos voos da companhia; Brasil também é afetado

AP Photo

A Lufthansa anunciou o cancelamento dos voos entre Frankfurt e Guarulhos e também da rota entre Frankfurt e o Rio de Janeiro nesta terça-feira (2).

Em função da greve dos pilotos da companhia, a mesma medida já tinha sido adotada nesta segunda(1º). De acordo com a assessoria da companhia, 50% dos voos da Lufthansa foram cancelados no mundo inteiro.

Foram paralisados voos de carga e de longa distância, além de rotas domésticas e europeias, com cerca de 150 mil passageiros afetados.

Passageiros que forem afetados pelos cancelamentos devem remarcar o voo no mesmo canal em que foi feita a compra - site, agente de viagens ou telefone.

A greve dos pilotos da companhia é a nona apenas neste ano, e reflete uma disputa arrastada sobre um esquema de aposentadoria antecipada.

O sindicato dos pilotos Vereinigung Cockpit (VC), que representa cerca de 5.400 pilotos da Lufthansa, está lutando para manter o esquema que permite que pilotos se aposentem aos 55 anos e ainda recebam até 60% do salário antes que comecem os pagamentos regulares de pensão, aos 65 anos.

A Lufthansa já disse que não aceitará uma demanda que novos pilotos, como também aqueles que já fazem parte da companhia, possam se aposentar aos 55 anos.

A companhia diz esperar que pilotos contribuam com o corte de custos no grupo conforme a companhia enfrenta uma dura concorrência de companhias aéreas de baixo custo como a Ryanair e a easyJet, como também de companhias aéreas do Golfo.

A greve em toda a Alemanha tem previsão de durar até às 20h59 (horário de Brasília) desta terça. Os voos da Germanwings não foram afetados.

Ações industriais na disputa já tiraram 160 milhões de euros (200 milhões de dólares) do lucro operacional da Lufthansa.

Com informações da Reuters