NOTÍCIAS
01/12/2014 15:54 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Após serem assediadas em ônibus na Índia, irmãs espancam agressores (VÍDEO)

Tornou-se viral um vídeo que mostra duas irmãs indianas batendo em homens que tentaram assediá-las dentro de um ônibus. O conteúdo atraiu ainda mais a atenção mundial sobre o fato de centenas de milhares de indianas sofrerem diariamente assédios desse tipo.

O vídeo foi filmado por um passageiro e transmitido em vários canais de televisão nesta segunda-feira (1º). As cenas mostram as duas mulheres batendo e atingindo os agressores com um cinto, enquanto os outros passageiros observam. Aparentemente, ninguém esboça reação.

As duas foram identificadas como Arati e Pooja. As duas afirmaram que atacaram os homens após terem sido alvos de comentários obscenos por parte deles.

“Um dos homens começou a tocar a minha irmã e a fazer ‘gestos de beijo’”, disse Arati a jornalistas. “Eu disse que ele fosse embora, ou eu iria ensiná-lo uma lição”, contou. Ela afirmou ainda que, após a confusão, mais dois homens entraram no veículo para brigar com as duas.

As duas mulheres disseram que ninguém no ônibus tentou ajuda-las, e que alguns homens disseram a elas que parassem de discutir, pois um dos homens poderia ataca-las com ácido.

Elas foram então expulsas do veículo, e os agressores escaparam.

Neste domingo (29), a polícia prendeu três homens em meio às investigações sobre o incidente. Diante da repercussão do vídeo, o ministro-chefe de Haryana, Manohar Lal Khattar, elogiou a coragem das duas mulheres e disse que elas serão homenageadas durante a celebração do Dia da República da Índia, em janeiro.

A violência sexual e assédio enfrentado pelas indianas está em pauta desde um estupro coletivo que culminou na morte de uma jovem em dezembro de 2012.

Após o crime, centenas de milhares de indianos tomaram as ruas e pressionaram o governo para tomar medidas mais rigorosas no combate aos ataques.

Com informações das agências de notícias