NOTÍCIAS
27/11/2014 10:58 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Copa do Brasil 2014: Atlético-MG vence arquirrival, ergue a taça e quebra jejum de 43 anos

LUIZ COSTA/HOJE EM DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Poucas vezes na história do futebol brasileiro, a conquista de um título se deu de maneira tão emblemática como no triunfo do Atlético-MG na Copa do Brasil, alcançada de forma épica na noite desta quarta-feira (26).

Em um Mineirão lotado de cruzeirenses, o Galo voltou a vencer a Raposa, desta vez por 1 a 0, elevou para oito o número de jogos sem derrota para o arquirrival, colocou "água no chope" na festa cruzeirense, que se iniciara no domingo, com a conquista do tetracampeonato brasileiro, e garantiu uma taça inédita para o clube.

Muita expectativa cercava a disputa da final entre os dois clubes mineiros, que pela primeira vez na história disputaram uma final um campeonato nacional. Se o Atlético-MG voltou a se afirmar no cenário futebolístico brasileiro ao vencer a Libertadores da América em 2013, o Cruzeiro também vive uma era de glórias, tendo conquistado nesta semana seu segundo Brasileirão seguido. Assim, o Mineirão foi palco de um confronto entre duas das principais potências do Brasil na atualidade.

Para os cruzeirenses, o duelo com o Atlético poderia representar a conquista da "tríplice coroa" (o clube venceu o Campeonato Mineiro e o Campeonato Brasileiro em 2014), mas o Galo não estava disposto a desperdiçar a oportunidade de vencer um torneio em que cada etapa superada significou um capítulo glorioso de sua história.

LEIA MAIS:

- Confira memes do título atleticano sobre arquirrival

- Minas empata com o Rio em conquistas da Copa do Brasil

Ao superar Palmeiras, Corinthians, Flamengo - este, seu maior rival fora de Minas Gerais - e Cruzeiro, o Atlético deixou para trás, somadas, 12 conquistas de Copa do Brasil (2 do Palmeiras, 3 do Corinthians, 3 do Flamengo e 4 do Cruzeiro). As vitórias sobre o Corinthians e Flamengo, além disso, foram históricas, com o clube mineiro alcançando viradas incríveis depois de se ver em situações em que houve um enorme flerte com a eliminação.

A cereja no bolo se deu na final contra o arquirrival. Foram duas vitórias incontestáveis (2 a 0 no Independência e 1 a 0 no Mineirão) sobre a equipe que dominou os dois últimos Brasileiros. Na noite de ontem, eram apenas 1.813 torcedores atleticanos no estádio, contra mais de 40 mil cruzeirenses.

Com o apito final, iniciou-se uma enorme festa dos atleticanos, que venceram um torneio nacional depois de uma espera de longos 43 anos (a última conquista havia sido o Brasileirão de 1971). Do outro lado, ao invés de tristeza, os cruzeirenses preferiram comemorar o título do Brasileirão vencido no último domingo, no mesmo estádio, contra o Goiás.

Uma cena linda de se ver, então, aconteceu no Mineirão, o mesmo estádio que viu a Seleção Brasileira sucumbir frente à Alemanha na Copa do Mundo, com as duas torcidas em festa nas arquibancadas, celebrando com os jogadores dos dois times no gramado.

Atlético-MG campeão da Copa do Brasil 2014