NOTÍCIAS
24/11/2014 13:19 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Brasil tem déficit recorde em transações correntes para outubro, de US$8,1 bi

Thinkstock/Getty Images
BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil registrou déficit em transações correntes de 8,131 bilhões de dólares no mês passado, pior resultado para outubro desde o início da série histórica do Banco Central (BC) em 1947. No ano, o rombo na conta de transações correntes soma 70,697 bilhões de dólares até outubro, acima dos 67,378 bilhões de dólares em igual período de 2013.

O déficit nas transações correntes --importação e exportação de bens e serviços e transações unilaterais do Brasil com o exterior-- foi influenciado pelo saldo negativo na balança comercial de 1,177 bilhão de dólares no mês passado, pior resultado para outubro desde 1998.

No acumulado em 12 meses encerrados no mês passado, o déficit em conta corrente do país ficou em 3,73 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Banco Central nesta segunda-feira (24).

Pesaram também as remessas de lucros e dividendos para o exterior, que somaram 1,635 bilhão de dólares em outubro, frente a 1,348 bilhão em igual mês de 2013.

Já os gastos líquidos de brasileiros no exterior com viagens atingiram 1,637 bilhão de dólares em outubro, ante 1,760 bilhão de dólares em igual mês do ano passado.

As contas externas do país continuam mostrando um quadro preocupante, de déficit crescente apenas parcialmente coberto por investimentos estrangeiros. Em outubro, os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) somaram 4,979 bilhões de dólares, acumulando no ano saldo positivo de 51,194 bilhões de dólares.

LEIA TAMBÉM

- Ex-secretário do Tesouro, Joaquim Levy deve pregar a austeridade e retomada da confiança do mercado em busca do crescimento econômico

- Reeleita, presidente Dilma Rousseff enfrenta sequência de más notícias na economia