NOTÍCIAS
19/11/2014 17:10 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Líder dos descontentes, Lobão ficou 'emocionado' em encontro com Lula e José Dirceu (VÍDEO)

O músico Lobão se tornou nestas eleições uma das vozes mais críticas ao governo de Dilma Rousseff (PT). Não por acaso, acabou ovacionado no primeiro protesto de oposição pós-eleições, que aconteceu no dia 2 deste mês. Mas o defensor do impeachment da petista já militou por outras bandas durante os tempos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) no poder.

“Estou emocionado...”, diz Lobão durante um encontro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante um evento do Dia do Trabalho no ABC paulista. Pelo teor da conversa, o encontro aconteceu entre 1998 e 2002, quando o ex-prefeito de Belo Horizonte Pimenta da Veiga – e que foi ministro de FHC – é citado.

Talvez o ponto mais irônico seja o momento em que o cantor carioca se encontra com José Dirceu, que viria a ser ministro-chefe da Casa Civil, e posteriormente condenado pelo esquema do mensalão, durante o primeiro governo Lula. “Força para o povo (...). Precisando da gente, tamos aí”, conclui Lobão.

A ligação de Lobão com os petistas, mais precisamente com Lula, é antiga. Não por acaso, ele já pediu votos para o ex-presidente, ainda em 1989.

Lobão também já encampou as lutas do MST, como essa foto não deixa mentir.

lobao mst

Mas os tempos são outros, como Lobão descreveu antes da votação do segundo turno eleitoral, feito pela TV Folha. Ele também conclamou os descontentes a 'irem para as ruas' contra o governo do PT.

Pois é, como o mundo dá voltas, não é mesmo?

LEIA TAMBÉM

- Lobão, Olavo e Danilo Gentili: a direita conservadora em posição de defesa

- 5 cidades ideais para Lobão se exilar (caso mude de ideia novamente)