LGBT
16/11/2014 18:42 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

'Revolta da Lâmpada': fervo e luta em São Paulo

estadao conteudo

Um grupo de manifestantes se reuniu, hoje, em São Paulo na chamada "Revolta da Lâmpada". O ato teve como objetivo lembrar que há quatro anos um grupo de jovens foi alvo de um ataque homofóbico na Avenida Paulista. Na ocasião, os agressores surpreenderam o grupo e agrediram os jovens com lâmpadas fluorescentes.

No Facebook, os organizadores explicam que a Revolta foi inspirada em um evento paralelo à 19ª Parada do orgulho LGBT do Rio de Janeiro, chamada de Nova Parada Gay.

A ato misturou fervo e luta, e apresentou uma série de reivindicações, como a legalização do aborto, o reconhecimento de outros arranjos familiares além do casamento entre homem e mulher, além de igualar os crimes de discriminação por identidade de gênero e orientação sexual aos mesmos termos da Lei do Racismo.

Durante o ato, manifestantes defenderam a libertação dos corpos e organizaram oficinas e intervenções artísticas. A Revolta da Lâmpada será encerrada com uma festa, com djs e bandas, na praça Dom José Gaspar, no Centro de São Paulo.