NOTÍCIAS
13/11/2014 19:45 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:46 -02

Revoltado com reeleição de Dilma Rousseff, médico agride pacientes em posto de saúde de Diadema (VÍDEO)

Reprodução/Facebook

O acirramento dos ânimos por conta das eleições presidenciais ainda não acabou, pelo menos para alguns médicos de Diadema, na Grande São Paulo. Na última segunda-feira (10), um deles perdeu totalmente a compostura e partiu para agressões físicas e verbais contra pacientes, chamados de ‘babacas’.

“O PT está deixando o País uma merda! Vocês são babacas”, disse o médico, diante do posto de saúde lotado de pessoas a espera de atendimento. O momento de descontrole do profissional de saúde foi registrado por uma paciente, que postou o flagrante na sua página no Facebook.


A ira do médico não teria sido a única e foi desencadeada pela ida do vice-presidente do PT de Diadema, Joel Fonseca, ao posto de saúde. O petista estava acompanhando da mulher, que não passava bem, e acabou discutindo com o médico, diante de discordâncias políticas. Fonseca gravou um vídeo ao ABCD Maior sobre a confusão, que teria tido inclusive tentativa de agressão física.

“Sempre aparecia um médico dizendo que aquela fila era culpa do governo. Entrei com minha mulher para ser atendido e no final falei ‘a situação aqui não está boa, não é doutor?’. E ele respondeu: ‘votaram na Dilma, vai ter Lula e vai continuar essa situação precária’ (...). Ele ficou nervoso e disse que eu não podia falar essas coisas no consultório dele”, comentou.

“Ele está lá para atender a população (...). Se quer fazer discussão política, que faça com a categoria dele”, complementou o petista.

Segundo o ABCD Maior, o caso polêmico foi registrado no 1º Distrito Policial de Diadema, que deve ouvir os médicos e os demais envolvidos. Já a Prefeitura de Diadema abriu um processo interno para investigar o tema.