NOTÍCIAS
10/11/2014 19:19 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Manobrista tem crise de fúria e bate em vários carros em estacionamento de hospital em São Paulo

Reprodução/Facebook

Não é novidade que o trânsito das grandes cidades, cada vez mais engarrafado, produz momentos de fúria e pouca cortesia. Entretanto, a falta de compostura ao volante já chegou até mesmo aos estacionamentos. Isso mesmo que você leu. Uma prova foi dada nesta segunda-feira (10) em São Paulo.

Um manobrista do estacionamento terceirizado do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, na Bela Vista, acabou preso depois de se envolver em uma confusão com uma funcionária do centro médico, segundo informações da Rádio SulAmérica Trânsito.


Segundo o G1, equipamentos do hospital e pelo menos seis carros estacionados foram danificados. Apesar do susto e do tumulto, ninguém ficou ferido. O manobrista, cujo nome não foi divulgado, foi levado para 5º Distrito Policial, da Aclimação.

Coincidentemente, o jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo, exibiu nesta segunda-feira uma reportagem na qual especialistas confirmam que ataques de fúria e agressividade no trânsito podem sinalizar alguma doença preexistente nos envolvidos.

“O paciente que tem o transtorno explosivo sente a raiva e vai pra cima. Mas não é uma pessoa que fala assim: amanhã eu vou lá e vou quebrar a cara dele. Não, é no imediato. É falta do controle do impulso”, disse a psicóloga Liliana Seger, do Hospital das Clínicas de São Paulo.

LEIA TAMBÉM

- Anúncio colocado em caminhões causa 517 acidentes de trânsito em um único dia em Moscou

- Custo de congestionamentos de trânsito no Rio e em São Paulo atinge R$ 98 bilhões