NOTÍCIAS
29/10/2014 10:38 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Veto de decreto de Dilma que institui os conselhos populares repercute nas redes sociais

ANDRÉ DUSEK/ESTADÃO CONTEÚDO

A aprovação na Câmara dos Deputados do projeto que anula o Decreto nº 8243, que institui os conselhos populares, repercutiu nas redes sociais.

De um lado, representantes da esquerda lamentaram o primeiro revés de Dilma Rousseff apenas dois dias depois de sua reeleição. Do outro, personagens alinhados à direita celebraram a queda do "decreto bolivariano", como eles chamam o decreto presidencial.

A anulação teve como um dos principais protagonistas o PMDB, partido da base aliada de Dilma Rousseff na Câmara, mas que nesta votação se uniu à oposição e teve papel preponderante no revés sofrido pela presidente. Além da bancada do PT, apenas o PC do B, o PSOL e uma parcela dos deputados do PROS, votaram contra a anulação do decreto de Dilma.

A Política Nacional de Participação Social, considerada prioridade pela presidente reeleita, agora será submetida à apreciação no Senado, onde Dilma tentará reverter a derrota sofrida nesta terça-feira (28).