COMPORTAMENTO
26/10/2014 13:40 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

5 coisas surpreendentes que você não sabia sobre Oscar de la Renta

John Lamparski via Getty Images
NEW YORK, NY - SEPTEMBER 30: Fashion Designer Oscar de la Renta attend The Peninsula New York's 25th Anniversary Party on September 30, 2013 in New York City. (Photo by John Lamparski/Getty Images)

“Moda é vestir-se de acordo com o que está em voga. Estilo é ser você mesmo.” Oscar de la Renta, Vanity Fair, 2009

O lendário estilista Oscar de la Renta morreu na segunda-feira, mas seus trabalhos icônicos continuam vivos. Um verdadeiro ícone americano, de la Renta vestia mulheres que estavam sempre sob os holofotes. Suas roupas foram vistas em Sarah Jessica Parker, Oprah e Hillary Clinton (você pode agradecê-lo por calças incríveis).

Leia mais: estilista domenicano morre aos 82 anos de idade nos Estados Unidos

Desde que se tornou um nome conhecido nos anos 1960, de la Renta vem sendo mencionado na cultura pop e na moda. Mas o estilista é muito mais que seus incríveis longos. Eis cinco coisas surpreendentes que você pode não saber sobre de la Renta.

1. Ele reinventou os uniformes oficiais dos escoteiros em 1980.

oscar

Boy Scouts model new uniforms w. designer Oscar de la Renta & model Jerry Hall.

A maioria das pessoas associa de la Renta à alta costura, mas, segundo a revista Scouting Magazine, ele aceitou a tarefa de redesenhar os uniformes oficiais de meninos, meninas e adultos. Ele transformou o estilo militar em roupas mais funcionais, trocando as calças e desenhando camisas que deveriam ser usadas com “lenços de pescoços de la Renta”.

“[O uniforme] deve ser adequado para atividades árduas; deve ser feito de um material que exija cuidados simples; e, ao mesmo tempo, quem o vestir deve continuar parecendo um escoteiro’, disse ele à Scouting Magazine em 1980.

2. Ele convenceu Anna Wintour a colocar Hillary Clinton na capa da Vogue.

hillvogue

A Vogue historicamente fotografa primeiras-damas, mas a revista nunca havia colocado uma delas na capa até de la Renta convencer a editora Anna Wintour de que o ensaio de Hillary, de 1998, deveria ser a capa. “Acho que aquele artigo ajudou a desmistificar minha mãe”, disse Chelsea Clinton em uma entrevista de 2013 sobre o estilista. “A primeira impressão que os leitores teriam seria com ela, magnífica no vestido de Oscar, na capa da revista.”

3. Ele pagou um anúncio de página inteira para responder a uma crítica.

71851009

Em 2012, a então crítica de moda do The New York Times, Cathy Horyn, escreveu comentários duros sobre a coleção de de la Renta. (“O senhor de la Renta é mais um hot dog do que uma eminência parda da moda americana”). Como resposta, ele comprou um anúncio de página inteira na Women’s Wear Daily e escreveu: “Se você tem o direito de me chamar de hot dog, não teria eu o direito de chamá-la de hambúrguer passado de três dias atrás?”.

4. Ele adotou seu filho no orfanato que fundou na República Dominicana.

101224153

Em entrevista a um vídeo-tributo para a Biblioteca Presidencial Bill Clinton, de la Renta disse que o orfanato em seu país natal começou como um “completo acidente”, quando uma mulher lhe pediu ajuda. Começou como uma pequena escola, mas depois ele “se apaixonou” pelo projeto. Ele gostava tanto que adotou seu filho, Moses, do orfanato. “Minha única ambição em relação a Moses é que ele tivesse um bom coração”, disse de la Renta no vídeo. “E ele tem.”

5. Michelle Obama apareceu pela primeira usando um vestido de Oscar de la Renta semanas antes da morte do estilista.

My First Lady is beautiful and inspiring. @michelleobama @reachhigher2020 @thewhitehouse #FashionEDU

A photo posted by Nneya Richards (@doublenrich) on


A primeira-dama é mais conhecida por colocar no mapa estilistas menos conhecidos e por preferir roupas menos caras, mas, pela primeira vez desde que chegou à Casa Branca, ela seguiu os passos de Jacqueline Kennedy e Hillary Clinton e usou um vestido da coleção outono de 2014 de la Renta para um workshop sobre educação de moda.



BÔNUS: Muitos de seus amigos mais próximos dizem que ele era um excelente cantor.

No vídeo-tributo da Biblioteca Presidencial Bill Clinton, Diane von Furstenberg diz: “Oscar é [...] um cantor incrível. Amo vê-lo cantar”. Anna Wintour: “Ele canta todas as noites!”.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.