NOTÍCIAS
24/10/2014 23:42 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Dilma questiona falta de água em São Paulo em confronto com Aécio: 'Vocês vão ter que criar o Meu Banho, Minha Vida'

MARCOS DE PAULA/ESTADÃO CONTEÚDO

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) atacou a gestão de Geraldo Alckmin na falta de água em São Paulo para atingir seu adversário, Aécio Neves (PSDB), no debate da TV Globo, último confronto dos presidenciáveis na noite desta sexta-feira (24).

"Vocês vão ter que criar o Meu Banho, Minha Vida", alfinetou Dilma.

De acordo com Dilma, é responsabilidade do governo estadual cuidar do sistema de abastecimento de água. Ela completou citando que o governo federal forneceu dinheiro para produzir o sistema de produção de água em São Lourenço.

"Não planejar no estado mais rico do País é uma vergonha. Em nenhum dos estados do Nordeste, tem um quadro com essa gravidade", afirmou.

Aécio rebateu Dilma, voltando a afirmar que faltou parceria do governo federal para resolver o problema. Segundo o tucano, a Agência Nacional de Águas (ANA) não ajudou na parceria com o governo de São Paulo. Ele atribuiu o problema às indicações políticas da agência.

"Candidata, esse aparelhamento da maquina pública é a face mais perversa do seu governo e do anterior", reforçou Aécio.

O presidenciável citou iniciativas do governo federal para tentar acabar com a falta da água.

LEIA MAIS:

- Áudios de diretores da Sabesp mostram que demora na comunicação com o cidadão sofreu "interferência superior"

Cenas do #DebateNaGlobo