MUNDO
23/10/2014 18:34 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Eleição em pequena cidade do Peru termina empatada e é decidida na "moedinha"

Thinkstock

Que a disputa de “cara ou coroa” já decidiu a classificação de equipes de futebol e de seleções nacionais em competições importantes, como Eliminatórias da Copa do Mundo, Olimpíadas e até mesmo em uma semifinal de Eurocopa, isto é sabido.

Nesta quarta-feira (22), porém, Pillpinto, cidade peruana da província de Paruro, próxima a Cuzco, foi palco de um inusitado desempate na “moedinha” e desta vez, os protagonistas não foram capitães de uma equipe de futebol e sim candidatos à prefeitura da cidade. Sim, o surreal pleito, vejam vocês, foi decidido na “sorte”.

Após empate em 236 votos na eleição realizada em 5 de outubro, o Júri Eleitoral Especial de Cuzco, decidiu que o desempate entre os candidatos Wilbert Medina, da Força Inca Amazônica, e José Cornejo Carpio, do Sempre Unidos, seria decidido no inusitado método.

“Medina, da Força Inca Amazônica, escolheu cara, enquanto seu adversário José Cornejo Carpio, do partido Sempre Unidos, preferiu coroa”, informou a Andina, agência estatal de notícias local.

O candidato derrotado, José Cornejo Carpio, não contestou o resultado. O vencedor, Wilbert Medina, por outro lado,disse que vai trabalhar para conquistar a confiança dos 236 eleitores que não votaram nele.