NOTÍCIAS
20/10/2014 16:59 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Emerson Fittipaldi irá participar de comissão que investigará acidente de Jules Bianchi

MISTER SHADOW/ESTADÃO CONTEÚDO

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta segunda-feira (20) a formação de uma comissão que irá investigar as causas do acidente do francês Jules Bianchi, ocorrida há 15 dias, no Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1 - o piloto está internado com uma grave lesão cerebral.

Chefiado por Peter Wright, presidente da Comissão de Segurança da FIA, o grupo, que será chamada de Painel do Acidente – e irá propor alternativas para que acidentes de tal magnitude não se repitam -, será composta por personalidades ligadas ao automobilismo, entre eles o brasileiro Emerson Fittipaldi, presidente da comissão de pilotos da FIA.

Segundo a FIA, a comissão fará uma revisão completa do acidente para tentar esclarecer as causas da batida, além de propor medidas para reforçar a segurança nos circuitos. As atividades do grupo já serão iniciadas nesta semana e uma apresentação completa sobre o acidente será feita na próxima reunião do Conselho Mundial, que será realizado em Doha, no Catar, no dia 3 de dezembro.

Irão compor a comissão, além de Fittipaldi e Wright, Ross Brawn, ex-chefe da Mercedes, Stefano Domenicali, ex-chefe da Ferrari, Gerd Ennser, representante dos comissários de prova, Eduardo de Freitas, diretor de provas do WEC, Roger Peart, presidente da comissão de circuitos, Antonio Rigozzi, juiz da Corte de Apelações da FIA, Gérard Saillant, presidente da comissão médica da entidade e Alex Wurz, presidente da GPDA, a associação dos pilotos.