NOTÍCIAS
15/10/2014 12:32 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

5 novidades sobre a nova temporada de 'Twin Peaks'

Bem que Laura Palmer avisou. Mais de duas décadas depois da profética frase dita dentro do Black Lodge (icônico e bizarro quarto vermelho extradimensional), 'Twin Peaks' vai voltar à telinha.

Pelo menos nove novos episódios serão exibidos em 2016 pelo canal Showtime. David Lynch e Mark Frost, criadores da série original que foi exibida entre 1990 e 1991, serão os responsáveis pela retomada.

Para quem chegou agora e não entende por que a volta de uma série que acabou 25 anos atrás é motivo de tanta empolgação (sério?), vale relembrar o impacto que o drama com toques surrealistas – e café sensacional – teve na TV da década de 90.

Não são poucos aqueles que veem 'Twin Peaks' como a responsável por mudar os rumos da televisão norte-americana. A série, que acompanhava os acontecimentos desencadeados pelo assassinato da “garota modelo” Laura Palmer em uma cidadezinha de 51.201 habitantes e os chocantes e bizarros segredos revelados pela investigação do excêntrico agente Dale Cooper, era diferente do que se via na telinha naqueles tempos.

Disposta a correr riscos ao flertar com o estranho, a série foi um sucesso de crítica, arrematando dois Emmys e três Globos de Ouro. Mesmo com uma segunda temporada com audiência irregular que acabou culminando em seu cancelamento – queda motivada principalmente pela pressão da emissora para resolver prematuramente o grande mistério de quem matou Laura Palmer -, 'Twin Peaks' influenciou e abriu caminho para que séries inovadoras como 'The Sopranos' (1999-2007), 'The Wire' (2002-2008), 'Breaking Bad' (2008-2013) e 'Mad Men' (2007-) pudessem existir. Não é pouca coisa.

“Eu sempre senti que, com ‘Twin Peaks’, era como se estivéssemos filmando um romance – nos aprofundando em um nível de detalhes que não costumávamos ver na TV”, afirmou o co-criador da série Mark Frost em entrevista à Variety. “Ao longo dos anos, muitas pessoas têm nos creditado como uma fonte de inspiração que os levou a pensar diferente sobre a forma de contar histórias. Agora que vamos fazer a série mais uma vez, estou feliz por voltar a entrar em ação”, disse.

Enquanto 2016 não chega, confira 5 coisas que já sabemos sobre o retorno da cultuada série:

1. Não é remake

Os 9 novos episódios se passarão nos dias de hoje, mas retomarão a trama onde havia sido interrompida no final – em aberto – da segunda temporada. Mark Frost se referiu à nova temporada como “o próximo capítulo da história”, que vai explorar muitos elementos que apareceram no último episódio do seriado, exibido originalmente em 1991.

Ele adiantou também que a passagem de 25 anos será um elemento importante no enredo. “Acho que os fãs que se sentiram abandonados quando a série terminou onde terminou todos estes anos atrás vão gostar dos rumos que seguiremos a partir de agora”, Frost assegurou.

Mais detalhes da trama ainda não foram divulgados, mas parece seguro afirmar que os fãs finalmente descobrirão respostas para alguns dos mistérios não resolvidos do seriado – e serão perturbados por novas perguntas e passeios enigmáticos no quarto vermelho, é claro.

A tomar pelo vídeo de divulgação da nova temporada, tudo será tão esquisito quanto da primeira vez:

2. De volta à TV

Desde o lançamento de seu último longa-metragem, Império dos Sonhos (2006), Lynch andava afastado do cinema. No ano passado, muito antes do anúncio da nova temporada, ele já tinha manifestado sua admiração pela telinha.

“Eu gosto da idéia de uma história contínua”, afirmou ao The Independent UK.

“E a televisão anda muito mais interessante do que o cinema agora. Parece que os filmes de arte estão na TV”, completou. Com múltiplos críticos considerando o seu seriado seminal como o responsável por dar início a esta transição e fortalecimento da TV, parece natural o retorno de Lynch às “origens”.

3. Tá liberado ser estranho

Se ao saber da notícia bateu um medinho da nova temporada precisar se adequar a algum tipo de exigência da Showtime, boa notícia: a emissora deu carta branca para as bizarrices e excentricidades que amamos tanto nas duas primeiras temporadas.

“Damos aos nossos criadores liberdade e licença para explorar as partes mais obscuras de sua imaginação, e não há ninguém a quem eu prefira dar essa liberdade do que para David Lynch e Mark Frost”, disse o vice-presidente executivo da emissora, Gary Levine.

4. Personagens clássicos

Apesar de nenhum anúncio oficial ter sido feito sobre os nomes que farão parte do elenco da retomada da série, Kyle MacLachlan, responsável por dar vida e excentricidade ao agente do FBI Dale Cooper, parece ter confirmado o seu retorno à cidadezinha misteriosa: “Melhor ligar a cafeteira e encontrar o meu terno preto #Twinpeaks“, o ator tuitou na segunda-feira, dia 6. Era tudo que os fãs queriam ouvir.

“Aqueles que querem ver os rostos antigos e aqueles que gostam de ver caras novas – nenhum deles vai se decepcionar. Mas é muito cedo para falar detalhes sobre o elenco. Nós não estamos nessa fase do processo”, afirmou o co-criador e produtor Mark Frost ao TV Line.

5. Mais de 9 novos episódios?

Para o bem ou para o mal (alô, Dexter!), a Showtime não faz o tipo que recusa novas temporadas de séries de sucesso. Apesar de estar sendo pensada oficialmente como uma minissérie de nove episódios, o presidente do canal, David Nevins, já adiantou que não descarta a possibilidade de exibir outras temporadas inéditas de Twin Peaks. Tudo depende de Lynch e Frost. “Eu vou tê-los na minha festa enquanto eles quiserem ficar”, afirmou ao The Atlantic.

via: