NOTÍCIAS
14/10/2014 12:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

Amistosos da Seleção Brasileira: Neymar faz quatro na goleada do Brasil sobre o Japão

Wong Maye-E / AP

O início de temporada de Neymar tem sido acima das expectativas até para os mais otimistas amantes do futebol, que se embevecem com seus dribles, gols e belas jogadas, tanto com a camisa do Barcelona quanto com o manto amarelo da Seleção Brasileira. Se pelo Barça, o craque brasileiro já soma mais gols que seu companheiro argentino Messi na largada do Campeonato Espanhol (oito gols, contra sete de "La Pulga"), pela equipe brasileira, os gols também tem saído em profusão: nesta terça-feira (14), o camisa 10 do escrete nacional fez todos os gols da goleada da Seleção sobre o Japão por 4 a 0, em Cingapura.

Os dois primeiros gols do ex-santista na partida foram alcançados graças a passes primorosos de Diego Tardelli, aos 17 minutos do primeiro tempo, e de Philippe Coutinho, aos 2 da etapa complementar. Já os outros dois foram anotados com apenas quatro minutos de diferença: aos 31 e aos 35 minutos do 2º tempo. O terceiro gol foi de rebote e o quarto saiu após uma ótima trama dos experientes Kaká e Robinho, que culminou com um gol de cabeça do craque do Barça.

Desde 2000, quando Romário fez quatro gols na goleada brasileira por 6 a 0 sobre a Venezuela, nenhum atleta havia voltado a marcar tantos gols em uma só partida com a camisa da Seleção. Os gols feitos no embate com os japoneses nesta terça também colocaram Neymar em um novo patamar na tabela de artilheiros do escrete nacional, no 5º posto, à frente de Bebeto.

Agora, considerando apenas jogos oficiais reconhecidos pela Fifa, já são 40 gols anotados, em apenas 58 partidas, em uma ótima média de 0,69 gols por partida - apenas Pelé (0,83) e Romário (0,78) superam Neymar.

Jogador Gols Jogos Média
Pelé 77 92 0,83
Ronaldo 62 98 0,63
Romário 55 70 0,78
Zico 48 71 0,68
Neymar 40 58 0,69
Bebeto 39 75 0,52
Rivaldo 35 74 0,47


A precocidade do craque também chama atenção já que apenas o Rei do Futebol alcançou a quarta dezenas de gols com o manto canarinho mais cedo que o atual camisa 10 do Brasil: Neymar atingiu a marca com 22 anos e 251 dias, ao passo que Pelé tinha 22 anos e 189 dias.

Os próximos desafios de jovem craque com a Seleção já têm data marcada: contra a Turquia, no dia 12 de novembro, em Istambul, e ante a Áustria, no dia 18 de novembro, em Viena.