NOTÍCIAS
09/10/2014 16:54 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

Presidente do Uruguai, Jose Mujica, recebe 42 refugiados sírios

Reuters

O presidente do Uruguai, Jose Mujica, recepcionou nesta quinta-feira (9), um grupo de refugiados sírios que chegou ao país.

As 42 pessoas, de cinco famílias diferentes, serão alojadas nos arredores de Montevidéu e vão ter aulas de espanhol e de costumes locais.

Segundo o Ibn , autoridades do Uruguai afirmam que os refugiados já tem emprego garantido.

Até 2015, 120 sírios devem chegar ao país. O Brasil, a Argentina e outros países latino-americanos já receberam refugiados, mas o Uruguai é o primeiro país que assume todos os custos do reassentamento.

Pelo menos três milhões de pessoas deixaram a Síria desde o início da guerra civil no país. Segundo a agência de refugiados da ONU, o grande contingente exige uma resposta internacional rápida e coordenada.

“Nós queremos ganhar o direito de falar ao resto do mundo que há outras soluções, que nós podemos cuidar dessas crianças em outros países”, afirmou Mujica sobre os refugiados – a maior parte dos que serão recebidos pelo Uruguai são crianças.

“Agora, nós podemos dizer para o Brasil ‘e você, o que está fazendo?’, e para o México ‘o que você está fazendo’, e para os EUA e para a França ‘o que vocês estão fazendo?’”, afirmou ao USA Today.

Mujica disse ao El País que, quando o Uruguai assumir a presidência da Unasur, será feito um pedido para que todos os países latino-americanos, dentro de seus limites, façam um esforço “sobretudo para dar um exemplo moral”.

“Não podemos evitar a guerra, está fora daquilo que podemos; o que podemos é mitigar os efeitos, especialmente nas crianças”.