NOTÍCIAS
08/10/2014 09:24 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:03 -02

#salvemosaexcalibur: Infectados por Ebola, donos tentam salvar animal de estimação (FOTOS)

Facebook

O cachorro da enfermeira espanhola Teresa Romero Ramos, infectada com o vírus Ebola, pode ser sacrificado em breve. Defensores dos animais lançaram uma campanha de última hora nas mídias sociais para salvar o animal de estimação sob a hashtag #salvemosaexcalibur.

De raça indefinida, o cão chamado Excalibur, pertence a Ramos e Javier Limon Romero, ambos em quarentena depois que a enfermeira foi diagnosticada com Ebola. Ainda que o animal não tenha apresentado nenhum sintoma da doença, funcionários do governo local querem sacrificá-lo como precaução, com medo de que o cachorro possa transmitir o vírus.

Leia mais: Ebola - entenda quais são os sintomas da doença

"A única forma de eliminar o risco de transmissão da doença pelo animal, que esteve em contato com o vírus, é o sacrifício", responderam as autoridades em um comunicado citado pelo New York Post.

Da sala de isolamento, Romero disse que quer o cão em quarentena e não sacrificado.

"Quero denunciar publicamente um homem chamado Zarco, que eu acho que é Chefe de Saúde da comunidade de Madrid e disse que tenho de sacrificar meu cachorro", disse Romero via mídia social, de acordo com o The Daily Mail. "Ele pediu meu consentimento e eu neguei. Respondeu que iria pedir uma ordem judicial para entrar na minha casa e sacrificá-lo".

Imagens do animal foram compartilhadas no Facebook do La Protectora de Animales Villa Pepa, uma organização local:


No mundo todo, defensores dos animais compartilharam imagens dos próprios bichos de estimação divulgando a hashtag #salvemosaexcalibur: