NOTÍCIAS
07/10/2014 18:24 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:03 -02

Contra xenofobia pelo Twitter, jovem cearense propõe a independência do Nordeste (VÍDEO)

O jovem Bráulio Bessa Uchoa, natural do Ceará, resolveu gravar um vídeo em resposta às centenas de tweets condenando os nordestinos por causa do resultado do primeiro turno das eleições.

Entre os presidenciáveis, Dilma Rousseff (PT) venceu no Nordeste, onde teve 16,3 milhões de votos contra 6,4 milhões de Marina Silva (PSB) e 4,2 milhões de Aécio Neves (PSDB).

As mensagens com teor de xenofobia foram agregadas no Tumblr "Esses Nordestinos".

Bráulio resolveu declamar a obra "Nordeste Independente", dos poetas Bráulio Tavares e Ivanildo Vilanova.

Ele adaptou a poesia, cujos primeiros versos são:

Já que existe no sul esse conceito

Que o Nordeste é ruim, seco e ingrato

Já que existe a separação de fato

É preciso torná-la de direito

Quando um dia qualquer isso for feito

Todos dois vão lucrar imensamente

Começando uma vida diferente

De que a gente até hoje tem vivido

Imagina o Brasil ser dividido

E o nordeste ficar independente

A separação do Nordeste seria semelhante à independência do Brasil em relação a Portugal.

"Se isso já deu certo antigamente, nesse exemplo concreto e conhecido, imagina o Brasil ser dividido e o Nordeste ficar independente", recita Bráulio, que dirige a página Nação Nordestina no Facebook.

Entretanto, ao contrário daqueles que discriminam nordestinos, os moradores desse novo país seriam acolhedores: "Brasileiro será irmão da gente; vem pra cá que você será bem recebido".

LEIA MAIS:

- Racismo causa ansiedade e depressão em vítimas, diz pesquisa

- Trote racista na UFMG gera expulsão de aluno envolvido e suspensão de outros três

Segundo Bráulio, poderia haver uma série de benefícios para o Nordeste, caso a região fosse excluída do País:

Lucros do Nordeste cresceriam com exportações

O Brasil importaria do Nordeste todos os produtos cultivados na região.

Ela é autossuficiente em algodão, cana-de-açúcar, sal, babaçu e carnaúba.

Rádios tocariam só hits regionais

Forró, xote, baião e ciranda seriam destaque em todas as rádios.

Novo Hino Nacional

Em vez de "deitado eternamente em berço esplêndido", Asa Branca seria executada nas escolas.

Novo Herói Nacional

O cangaceiro Lampião seria a figura nordestina cultuada por todos os habitantes da nação.