NOTÍCIAS
06/10/2014 18:49 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:03 -02

Campanha de Dilma está preocupada com baixa aprovação da candidata em São Paulo

FELIPE COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) não terá agenda pública nesta segunda-feira (6). Ela passou o dia discutindo estratégias de campanha com aliados e assessores, segundo informações do G1.

O coordenador-geral da campanha, Rui Falcão, o ex-ministro no governo Lula Franklin Martins, responsável pela campanha na internet, e Gilles Azevedo, coordenador da agenda da candidata estavam entre os participantes do encontro.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, o comitê está preparado para um possível empate ou até ultrapassagem de Aécio Neves(PSDB) nas primeiras pesquisas de intenção de voto no segundo turno.

LEIA MAIS:

- Dilma: "O povo não quer fantasmas do passado de volta"

- Lula vai às ruas e convoca PT a concentrar campanha pela reeleição de Dilma Rousseff em São Paulo

Ainda de acordo com o jornal, a campanha deve encomendar, nos próximos dias, uma pesquisa qualitativa no estado de São Paulo para saber os motivos dos paulistanos não votarem na Dilma.

No primeiro turno, o tucano teve 44,22%, contra os 25,82% da petista no estado.