NOTÍCIAS
05/10/2014 17:10 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:03 -02

Confusão e a luta que continua: saiba como foi a votação de Eymael, Zé Maria, Mauro Iasi e Rui Costa Pimenta

Montagem/Estadão Conteúdo/PSTU/GloboNews

Candidatos que não participaram dos principais debates na TV, José Maria Eymael (PSDC), Zé Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) também foram às urnas neste domingo (5). E em quase todos os casos a votação foi tranquila. Bem, houve uma exceção.

Eymael votou por volta das 11h em uma escola no Alto de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Na sua sessão eleitoral, havia uma fila e o candidato, acompanhado de um segurança, tentou ‘furar fila’ para votar – algo que é permitido pela legislação eleitoral.

Mas os eleitores não gostaram, segundo informou o G1. Hostilizado, Eymael resolveu esperar na fila e ainda cedeu a preferência a uma idosa, antes de então votar. O candidato disse ainda esperar por um crescimento da bancada no Congresso e que ainda será definido o apoio no segundo turno.

Também na capital paulista, mas no bairro da Lapa, Rui Costa Pimenta votou no início da tarde, informou ao Brasil Post a assessoria de imprensa do candidato. Ao G1, o candidato disse que não espera uma votação expressiva, em razão de “contratempos” enfrentados pela campanha, e também não descartou ser candidato à Presidência pela quinta vez, em 2018.

Já o candidato Zé Maria votou em um colégio no bairro Milionários, em Belo Horizonte (MG). O candidato disse ter cumprido a sua missão, entendendo que “a nossa luta não começou na campanha e não vai terminar na campanha”. Ao G1, ele não quis opinar sobre o segundo turno, já que as três principais candidaturas privilegiam os grandes bancos.

Já no Rio de Janeiro quem votou foi Mauro Iasi. Ele chegou sozinho à sua sessão eleitoral e concluiu a sua votação em menos de um minuto, informou a GloboNews.