NOTÍCIAS
05/10/2014 18:09 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:03 -02

Candidato ao Senado em Alagoas, Coronel Brito agride eleitora ao tentar ‘furar fila' (VÍDEO)

O candidato ao Senado por Alagoas Coronel Brito (PEN) se envolveu em uma confusão e acabou agredindo uma eleitora durante a votação na seção eleitoral na Escola de Ensino Fundamental Padre Pinho, no bairro da Cruz das Almas, em Maceió.

Segundo o G1, todo o tumulto aconteceu por conta do candidato ter tentado ‘furar fila’ – a preferência aos candidatos é garantida pela Justiça Eleitoral –, revoltando alguns eleitores.

“Ele estava com os assessores e queriam furar fila, aí as pessoas começaram a reclamar. Um rapaz que também estava na fila começou a discutir com ele, aí como minha mulher estava perto, ele deu dois tapas no rosto dela e uma cotovelada. Ele ainda chamou a polícia para querer prender o rapaz”, disse Amaury Franco, marido de Marta Celeste de Oliveira, a vítima das agressões do Coronel Brito.

A desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento, presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL), determinou a prisão do candidato após o incidente. O Ministério Público também já está no caso e pedirá o indiciamento de Coronel Brito.

Segundo testemunhas, os policiais militares que estavam no local teriam se omitido, por se tratar de um coronel (hoje na reserva da PM). Em nota, a corporação disse já ter ciência dos fatos e que um processo administrativo será instaurado para avaliar a conduta dos PMs que acompanharam a confusão.

Até o momento o candidato não foi detido pelas autoridades alagoanas, nem prestou esclarecimentos sobre a sua atitude contra a eleitora.