NOTÍCIAS
03/10/2014 18:38 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:57 -02

Ex-jogador austríaco é preso por combinar resultados

Divulgação

O ex-jogador Sanel Kuljic, com passagens pela seleção da Áustria, foi condenado nesta sexta-feira (3) a cinco anos de prisão por combinação de resultados em partidas do Campeonato Austríaco. A condenação, decidida pela corte criminal do país, envolveu também condenação por assédio moral a outros jogadores.

Kuljic e Dominique Taboga, condenado a três anos de prisão, são acusados de envolvimento na manipulação de 18 partidas das duas primeiras divisões do Campeonato Austríaco, entre 2004 e outubro de 2013, quando o esquema foi descoberto. Durante os dois meses de investigação, tanto Kuljic quanto Taboga assumiram os crimes.

No total, 10 pessoas foram acusadas e oito delas condenadas à prisão, sendo três ex-jogadores. Apenas dois dos indiciados foram inocentados por falta de provas. Ainda cabe recurso.

Kuljic é o nome mais expressivo no escândalo, uma vez que disputou 20 jogos pela seleção da Áustria, até 2007, tendo se retirado dos gramados em 2012. Ele e outras quatro pessoas foram condenadas por assediarem jogadores a entrarem no esquema, oferecendo dinheiro e carros.