NOTÍCIAS
02/10/2014 16:24 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:57 -02

Holandês de 17 anos se tornará o mais jovem piloto da história da Fórmula 1

Luca Bruno / AP

No Brasil, ele não poderia dirigir, mas na Fórmula 1, pode. Apenas dois dias depois de completar 17 anos, o piloto holandês Max Verstappen, contratado para ser o titular da escuderia Toro Rosso em 2015, irá participar do primeiro treino livre para o GP do Japão, nesta quinta-feira, às 22h (horário de Brasília), tornando-se o mais jovem piloto a guiar um carro da categoria em uma sessão oficial da competição.

O piloto, filho de Jos Verstappen, que correu na F-1 de 1994 a 2003, irá guiar o carro de Jean Eric Vergne para dar início a sua adaptação à categoria, visando a temporada do ano que vem. Para isso, terá uma hora e meia a bordo de um Toro Rosso no autódromo de Suzuka.

"Estou ansioso para participar de um final de semana de corrida pela primeira vez. Será uma boa preparação para 2015 e, para ser sincero, não estou pensando em quebrar recordes ou nada assim, só quero ganhar experiência", afirmou o piloto.

O novo recordista irá superar a marca do espanhol Jaime Alguersuari, que em 2009 guiou um F-1 aos 19 anos e 125 dias, também pela Toro Rosso. "Sei que o simulador não é a mesma coisa, mas pelo menos pude me adaptar aos botões no volante, que são os mesmos do carro de verdade. Suzuka não é uma pista fácil, mas espero poder fazer um bom trabalho para mim e para o time", disse.

Para obter uma superlicença, espécie de “carta de motorista” para pilotos de Fórmula 1, o holandês teve de completar a milhagem necessária, rodando 148 voltas no circuito de Adria, na Itália.