NOTÍCIAS
30/09/2014 12:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:57 -02

Brasil vence Japão e avança no Mundial de Basquete

Divulgação / FIBA

A seleção brasileira feminina de basquete garantiu vaga na segunda fase do Mundial da Turquia nesta terça-feira (30). Depois de derrotas para República Tcheca e Espanha, a equipe venceu o jogo de vida ou morte diante do Japão por 79 a 56, em Ancara, e terminou na terceira colocação do Grupo A do torneio. Pior para as japonesas, que também dependiam de um triunfo para seguirem vivas e, desta forma, estão eliminadas.

Com a terceira posição, o Brasil vai à fase de oitavas de final. O primeiro de cada grupo vai direto para as quartas do torneio, enquanto o segundo e o terceiro vão para uma fase anterior de oitavas. Com duas vitórias em duas partidas, Espanha e República Tcheca se enfrentam ainda nesta terça para definir quem termina como líder da chave.

Também ainda nesta terça será definido o adversário do Brasil nas oitavas. França e Canadá, com uma vitória e uma derrota cada, se enfrentam às 15h15 (de Brasília). Quem vencer, termina na segunda colocação do Grupo B e será o rival da seleção nesta quarta-feira.

E o Brasil pode colocar boa parte dessa classificação na conta de Patty. A ala foi a grande responsável pela vitória ao anotar 27 pontos. Érika também contribuiu com um "double-double": 12 pontos e 11 rebotes. Clarissa ainda contribuiu com 13 pontos e oito rebotes. Pelo lado japonês, a cestinha foi Mamiya, com 13 pontos.

Sabendo da necessidade da vitória, a seleção brasileira começou a todo vapor nesta terça-feira, impôs um forte ritmo no primeiro quarto e conseguiu vantagem confortável de 11 pontos, principalmente graças aos rebotes e ao forte jogo de garrafão com Érika e Clarissa.

No segundo período, o Brasil relaxou e chegou a ficar três minutos sem marcar pontos, mas reagiu e foi para o intervalo vencendo por 11 pontos: 42 a 31. No terceiro quarto, as japonesas voltaram a assustar e reduziram a diferença para quatro pontos, mas na sequência o time brasileiro emendou 14 pontos consecutivos, abriu 18 e acabou com qualquer esperança do adversário. No último período, foi só administrar a vantagem, espera a campainha soar e comemorar a vaga.