COMPORTAMENTO
29/09/2014 11:35 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:57 -02

Esta advogada desistiu de tudo para abrir um estúdio de ioga - para pessoas como ela

Knot PR

O que fazer se você tem o corpo e a mente de um iogi, mas está preso na carreira de advogado corporativo?

Se você é Laura Baron, usa as habilidades de resolução de problemas que você aprendeu no trabalho para curar as pessoas parecidas com você. Oh, e aproveita para largar a profissão.

Para Baron, 32, passar de longos e corridos dias de trabalho a professora de ioga foi um processo gradual.

“Fui para o meu primeiro retiro de ioga num período super ocupado e estressante da minha vida, quando minha prática estava piorando”, diz Baron. “A mudança que eu vi em meu nível de estresse depois de apenas alguns dias no retiro foi tão dramática que alguns dias depois de voltar decidi tornar a prática e o estudo da ioga uma prioridade na minha vida.”

Amigos que deixaram carreiras profissionais tradicionais para abrir seus próprios negócios também serviram de inspiração.

“Vê-los me deu confiança de que eu também poderia transformar meu sonho em realidade”, diz Baron.

Mas foi uma longa viagem para a Índia, no inverno de 2013, para se concentrar em ioga, meditação e voluntariado, que realmente ajudou a solidificar a idéia de um estúdio voltado para pessoas que trabalham muitas e estressantes horas em escritórios e que precisam do tipo de pausa oferecida pela ioga. Quando Baron voltou para casa, largou o emprego e começou a trabalhar em seu estúdio, o recém-inaugurado Yoga Be.

Localizado no sistema PATH de Toronto, que conecta mais de 200 000 de pessoas que trabalham nos prédios do centro da cidade, o estúdio leva em conta as diferentes necessidades de seus clientes.

“Aulas tradicionais ashtanga e hatha são complementadas por aulas com foco no exercício físico, como as populares Jock Yoga, de Michael Decorte”, diz Baron. “Decidimos incluir aulas de pré-natal logo de saída, porque não há absolutamente nada de pré-natal na região.”

Ela também está oferecendo 20 minutos de “Better Than Coffee Breaks Yoga” (ioga melhor que pausa para o café). São aulas em que as pessoas não precisam se inscrever ou reservar espaço: basta aparecer, até mesmo usando roupas de trabalho.

“A idéia por trás da pausa para a ioga é que todo mundo tem 20 minutos para encaixar a ioga no seu dia”, diz ela. “É claro que os benefícios de uma prática de 20 minutos feita com roupa de trabalho são muito diferentes dos de uma prática de 60 minutos. Mas há pesquisas que mostram que até 20 minutos por dia de uma prática consciente como a ioga traz benefícios significativos para a saúde, reduz drasticamente o estresse e melhora a resiliência emocional.”

Meditações Diárias

Veja dicas de Laura para relaxar durante o dia, bem como três movimentos de ioga que você pode fazer no conforto de seu escritório:

Faça minipausas “conscientes”

A consciência é a prática de se concentrar no momento presente, e ela tem o efeito profundo de limpar e acalmar a mente. Se você está a fila para encomendar o seu almoço, sentado no metrô para ir ao trabalho, ou no elevador, reserve esse tempo para tomar o máximo de consciência possível da realidade física daquele momento. Como seus pés se sentem nos sapatos, como o ar toca seu rosto, os sons, cheiros e as cores ao seu redor. Ao fazer isso, você vai limpar a cabeça e criar um estado mental de consciência relaxada.

Presenteie-se

Quando era advogada, muitas vezes comprava flores para colocar na minha mesa. A cor vibrante e o perfume me faziam feliz. Pense no que te faz feliz -- talvez um café grade, uma canção especial, ou um blog engraçado – e presenteie-se.

Lembre-se de respirar

Experimente este exercício simples de respiração para uma dose rápida relaxamento. Sentado confortavelmente, faça longas respirações profundas, contando até 5 em cada inspiração e expiração. Quando estiver inspirando, visualize a respiração enchendo o seu corpo a partir da parte inferior de seu abdome até a parte superior do seu esterno. Em sua expiração, visualize a respiração deixando seu corpo em sentido inverso, de cima para baixo. Equilibrar as suas inspirações e expirações irá reduzir instantaneamente o estresse e a ansiedade e te dará uma sensação de calma.

Uma torção por dia...

Ao longo do tempo, nossa coluna perde gradualmente a flexibilidade e a mobilidade. Tirar um ou dois minutos todos os dias em sua mesa para fazer esta torção simples ajuda a manter e melhorar a flexibilidade da coluna. Além disso, quando você termina a torção, sua circulação tem um impulso imediato, que vai melhorar o seu humor e o seu nível de energia.

1. Sentado na beira da cadeira, traga a mão direita para o lado de fora do joelho esquerdo. Certifique-se de seus pés estão paralelos e alinhados sob os joelhos.

2. Endireite-se através de seu esterno, alongando a coluna, e empurre o joelho esquerdo contra a sua mão direita enquanto você torce o tronco para a direita. Deixe o joelho esquerdo deslizar ligeiramente para a frente para proteger a lombar.

3. Mantenha a postura por cinco respirações profundas. Em suas inspirações, visualize a coluna ficando mais e mais alta, e em suas expirações visualize seu peito se abrindo mais à direita. Repita, torcendo para a esquerda.

Cachorro na mesa modificado

“Essa é a minha preferida para um longo dia na mesa”, diz Baron. O cachorro na mesa alonga os músculos da parte posterior da perna (especialmente bom para quem usa salto), os glúteos e toda a coluna. Como é uma inversão (ou seja, a cabeça está numa posição mais baixa que o quadril), a pose também estimula a circulação, melhorando a digestão e a clareza mental. Se você está se sentindo mentalmente dispersa, com uma tonelada de responsabilidades, tire alguns minutos para fazer esta pose e você vai se acalmar e colocar a mente em foco.

1. Afastando sua cadeira, coloque as mãos na mesa com os braços paralelos na largura dos ombros, e estique os braços de forma que seu corpo, costas e braços formem um ângulo reto com as pernas. Mantenha cabeça e pescoço alinhados com os braços, e olhe para os pés.

2. Mantenha os pés separados na largura dos quadris. Dobre as pernas o quanto puder, mas se sentir desconforto nos músculos da parte de trás da coxa.

3. Apoiando-se na mesa, ative os músculos do núcleo, puxando seu umbigo em direção à coluna.

4. Faça cinco respirações profundas. Em cada inspiração, visualize sua coluna se esticando do topo da sua cabeça até seus ossos de sentar. Em cada expiração, visualize o peso de sua cabeça trazendo suas costas e braços em uma linha perpendicular ao chão.

Águia empoleirada

A expressão completa da pose da águia é uma postura de equilíbrio em um pé só. Nesta versão, vamos ficar sentados, nos concentrando nos benefícios dos ombros, costas e braços. A compressão nas pernas e braços nesta pose, criada pela ação de torção, também é uma ótima maneira de acordar o corpo – experimente fazê-la se você sentir aquela queda de rendimento no meio da tarde.

1. Sentado na beira da cadeira, cruze a perna direita sobre a esquerda, envolvendo-a em torno de sua panturrilha esquerda o quanto for confortável para você.

2. Com o seu braço direito em um ângulo de 90 graus na sua frente, passe o braço esquerdo embaixo dele, torcendo o antebraço esquerdo em volta do direito de modo que suas mão fiquem alinhadas, como numa posição de oração.

3. Pressione seu calcanhar esquerdo, olhe para o teto, alongue a coluna e levante os braços, os afastando do seu torso, o máximo que conseguir. Sinta o alongamento da parte de trás dos seus ombros e uma leve abertura do peito e da frente do seu corpo.

4. Mantenha a postura por cinco respirações profundas. Em suas inalações, levante os braços mais longe do corpo e visualize a coluna se esticando. Em suas exalações, aprofunde a compressão nas pernas e braços e visualize a perna direita e o braço esquerdo envolvendo mais o membro oposto. Solte lentamente e repita com a perna esquerda e braço direito.