NOTÍCIAS
27/09/2014 11:49 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:57 -02

Ministro do STF Luiz Fux garante auxílio-moradia de R$ 4.300 a todos os magistrados brasileiros

Estadão Conteúdo

Pagar aluguel é dureza, não é? Com os preços inchados do mercado imobiliário, a moradia pode representar um naco substancioso do orçamento familiar. Imagine poder contar com um auxílio-moradia de R$ 4.300?

No último dia 15, o ministro do STF Luiz Fux determinou que todos os tribunais regionais federais pagassem a "bolsa-moradia" a seus magistrados que não tivessem apartamento funcional.

Como alguns servidores da Justiça estadual e do Ministério Público contavam com o benefício, os juízes federais se sentiram injustiçados e resolveram reivindicá-lo. Conseguiram.

A conquista funcionou como uma bola de neve: outros magistrados também sentiram a "injustiça" na pele, e resolveram se manifestar. A Associação dos Magistrados Brasileiros e a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho pediram a extensão do benefício para todas as categorias.

Fux deu. Nesta sexta (26), o ministro determinou que todos os magistrados do país (inclusive ele próprio) recebam o auxílio-moradia.

Conforme cálculo da Folha de S.Paulo, se todos os juízes brasileiros ganharem o valor, serão menos R$ 70,5 milhões por mês nos cofres públicos.

Os rendimentos mensais de um juiz federal são de, no mínimo, 23 mil reais por mês. Sem contar na aposentadoria integral, estabilidade, dois meses de férias por ano etc.

Hoje, de acordo com os últimos dados do Pnad, cerca de 55 milhões de brasileiros não tem moradia digna. O número corresponde a mais de 30% da população brasileira.

Quer dizer.