NOTÍCIAS
27/09/2014 13:55 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:57 -02

Depois de 15 anos... Luis Estevão, ex-senador pelo PMDB, é preso por escândalo de corrupção

Estadão Conteúdo

Na manhã deste sábado, a Polícia Federal prendeu o ex-senador Luiz Estevão. Acusado de superfaturamento das obras do Fórum Trabalhista de São Paulo, ele foi detido na casa onde mora, em Brasília.

Junto com o juiz Lalau (lembra?), Estevão foi condenado a 3 anos e 6 meses de prisão por falsificação de documentos. Ele teria fraudado registros contáveis das obras do Fórum Trabalhista para ocultar indícios de superfaturamento, mas recorreu. Os desvios, de acordo com a o TRF, chegam a 1 bilhão de reais, em valores corrigidos pela inflação.

Estevão, que teve seu mandato cassado em 2000 por quebra de decoro parlamentar, está desde a década de 90 apresentando recursos para protelar o cumprimento da pena.

O ex-senador foi detido depois de Dias Toffoli, ministro do STF, determinar que o processo fosse encaminhado para o órgão de origem, a Justiça Federal de São Paulo.

Toffoli rejeitou o recurso do ex-senador constatando, no despacho, que aquela se tratava de uma manobra para protelar a condenação até 2 de outubro, quando ocorreria a prescrição do crime.

Ele está detido na Superintendência da PF e e deve ser transferido na segunda-feira para um presídio.