NOTÍCIAS
18/09/2014 16:04 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Ucrânia recorre à Fifa e à Uefa para suspender Rússia

Alexander Hassenstein - FIFA via Getty Images
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JULY 13: FIFA President Joseph S.Blatter attends with Russian President Vladimir Putin the symbolic hand over of the FIFA World Cup from Brazil to Russia ahead of the 2014 FIFA World Cup Brazil Final match between Germany and Argentina at Maracana on July 13, 2014 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Alexander Hassenstein - FIFA/FIFA via Getty Images)

A Federação Ucraniana de Futebol reiterou nesta, quinta-feira (18), seu pedido à Fifa e à Uefa para suspender a Rússia do futebol internacional por causa dos conflitos na região da Crimeia, área ucraniana anexada pelo país vizinho.

A Uefa já decidiu que não reconhecerá os resultados do TSK Simferopol, Sevastopol SKChF e Zhemchuzhina Yalta, times localizados na Crimeia e que acabaram sendo incorporados pelo futebol russo.

Para a Federação Ucraniana de Futebol, a decisão da Uefa ainda não é suficiente. Ela quer que a Rússia seja banida pela Fifa por ter "violado seriamente suas obrigações", afirmou o presidente da entidade, Anatoliy Konkov.

Em uma carta aos presidentes da Fifa, Joseph Blatter, e da Uefa, Michel Platini, o dirigente afirmou que os russos estão "ignorando os princípios básicos da família do futebol", condenando a "gritante violação" no futebol ucraniano.