NOTÍCIAS
18/09/2014 15:39 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Alckmin é multado em R$ 4 mil pelo TRE-SP por fazer propaganda eleitoral em templos religiosos

DENNY CESARE/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

O governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), candidato à reeleição, foi multado nesta quarta-feira (17) por fazer propaganda eleitoral em templo religioso. Ele terá que pagar R$ 4 mil.

A legislação eleitoral proíbe a veiculação de propaganda política em locais de uso comum, como igrejas.

O desembargador Carlos Eduardo Cauduro, do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) acolheu a representação do principal adversário de Alckmin, Paulo Skaf (PMDB), da coligação São Paulo Quer o Melhor.

O governador foi flagrado em eventos religiosos, dirigindo-se ao púlpito e usando microfone para discursar. Alckmin se colocaria em posição de destaque, como no papel de um sacerdote.

"O discurso, embora em tom religioso, mas subliminarmente político, visa à empatia dos presentes", justificou Cauduro na decisão. "Em outras palavras, [o candidato quer] se fazer visto e agradar esse nicho de eleitores."

Alckmin pode recorrer da decisão ao plenário do TRE-SP.

LEIA MAIS:

- Datafolha: Geraldo Alckmin cai, mas ainda venceria no primeiro turno em São Paulo

- Alexandre Padilha mantém discurso otimista e alfineta Paulo Skaf: 'Espero que não derreta'