NOTÍCIAS
16/09/2014 19:50 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Ofensiva do PSDB contra ciclofaixas de Fernando Haddad sofre primeira derrota na Justiça Eleitoral

MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO

As ciclofaixas vermelhas de São Paulo não são propaganda do PT, entendeu o Tribunal Regional Eleitoral do estado (TRE-SP). A corte rejeitou ação movida pelo tucano Joseph Jo Raymond Diwanm, segundo o site do Estadão.

O candidato a deputado estadual pedira o fim da pintura, alegando que a cor configurava propaganda irregular do Partido dos Trabalhadores.

De acordo com o TRE-SP, o vermelho utilizado é padrão adotado pelo Conselho Nacional de Trânsito.

O PSDB tem feito uma série de críticas à implantação das ciclofaixas na capital paulista.

A cor delas também foi questionada pelo vereador Andrea Matarazzo (PSDB-SP) na semana passada, em apresentação na Câmara Municipal de São Paulo.

Ele reclamou também da falta de planejamento na implantação das ciclovias na cidade e acusa a ciclofaixa de "atropelar" as faixas de pedestre.

"O prefeito Fernando Haddad decidiu que os paulistanos suprimirão os carros e os pedestres", criticou Matarazo. "A ordem aqui é que as bicicletas devem atropelar os pedestres."

A atual cruzada do PSDB é contra a implantação da ciclovia da Avenida Paulista. Essa construção depende de aprovação do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico. Isso porque a faixa passará próximo à área tombada do museu de arte de são paulo (Masp).

Esse órgão é vinculado ao governador Geraldo Alckmin.

Outro tucano que tem criticado o avanço das ciclofaixas é o candidato a vice de Aécio Neves, o senador Aloyzio Nunes.

LEIA MAIS:

- Motorista perde controle do carro, invade ciclovia e atropela ciclista na zona norte de São Paulo

- Carta à Lucia Santaella