NOTÍCIAS
10/09/2014 19:40 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Alunos do Colégio Pedro II fazem 'saiaço' em apoio a estudante transgênero proibida de usar saia na escola do Rio

Divulgação/Facebook

Uma imagem de alunos usando saias na escola está gerando várias reações de apoio nas redes sociais.

A cena, compartilhada pela comunidade Os Cariocas, se refere a um "saiaço" ocorrido no último dia 2 no Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, na unidade São Cristóvão, na zona norte da capital fluminense.

Os estudantes resolveram deixar a calça em casa em solidariedade a uma aluna transgênero, que foi proibida pela direção de ir de saia à escola.

A adolescente, que nasceu com sexo masculino, foi barrada no colégio no dia 23 de agosto, segundo o jornal O Dia.

A resposta: o movimento #VouDeSaia tomou as salas de aula na semana seguinte.

“Fiquei feliz com o apoio dos colegas e espero que isso possa servir de exemplo para que ninguém mais seja discriminado", disse a aluna transgênero ao jornal carioca.

Imagem: Nina Neder

O Colégio Pedro II explica que existe um regulamento do uso correto de uniforme, que todos os alunos devem seguir. Por isso, adolescentes do sexo masculino têm que usar calça e não saia, de acordo com esse "código de ética discente".

Segundo o portal R7, a direção da escola está reformulando esse regulamento e espera a "participação ativa" de alunos para fazer mudanças.

"O Colégio Pedro II reconhece que a adolescência é um período de descobertas e repudia qualquer tipo de intolerância e discriminação", informou a direção.