NOTÍCIAS
31/08/2014 21:29 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Grupo de torcedores do Grêmio volta a entoar cantos racistas em vitória no Brasileirão (VÍDEO)

O Grêmio venceu o Bahia por 1 a 0 neste domingo (31), na Arena, em Porto Alegre, em partida válida pela 18.ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, a equipe gaúcha soma 28 pontos e se coloca em sexto na tabela, a duas posições do G4. Entretanto, o resultado mais uma vez ficou em segundo plano, já que um grupo de gremistas voltou aos cantos racistas no estádio.

Parte da torcida continuou cantando um grito de guerra, o qual se dirige aos torcedores do arquirrival Internacional como “macacos”, conforme mostra de maneira clara um vídeo feito pelo GloboEsporte.com. Dirigir gritos racistas contra os colorados é algo considerado comum entre os torcedores do Tricolor gaúcho, como outros vídeos mostram bem (veja acima).

Sobre o episódio racista do meio da semana contra o goleiro Aranha, do Santos, diversos cartazes defendendo o clube foram empunhados na arquibancada, mostrando que a grande maioria dos gremistas não concorda com os atos de racismo testemunhados na semana passada.

Falando em Santos, a equipe da Vila Belmiro acabou derrotada neste domingo pelo Botafogo por 1 a 0, em partida disputada no Maracanã. Mas, em uma rara manifestação de solidariedade entre adversários, torcedores do Botafogo saudaram o goleiro Aranha, antes e durante o jogo.

As duas equipes entraram juntas no gramado com uma faixa contra o racismo. "Somos preto (sic), somos branco (sic). Somos um só". Em seguida, a torcida botafoguense, em coro, homenageou Aranha. O goleiro e os demais atletas santistas retribuíram o gesto com aplausos.

aranha botafogo

Botafoguenses foram solidários ao caso de racismo sofrido pelo goleiro Aranha, do Santos

Na arquibancada, um torcedor com a camisa do Botafogo exibia um cartaz no qual também deixava clara sua contrariedade com a atitude de alguns gremistas. "Aranha, a torcida alvinegra está com você". No intervalo da partida, o locutor do Maracanã informou que "racismo é crime" previsto em lei federal, com pena de "2 a 5 anos de reclusão".

Acompanhe todos os resultados desta rodada do Campeonato Brasileiro

(Com Estadão Conteúdo)

LEIA TAMBÉM

- Torcedora flagrada xingando goleiro Aranha tem casa apedrejada em Porto Alegre

- Racismo no futebol: STJD adia partida entre Santos e Grêmio