ENTRETENIMENTO
26/08/2014 09:01 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:53 -02

Emmy: veja quem foram os vencedores da edição 2014 do prêmio

Kevin Winter via Getty Images
LOS ANGELES, CA - AUGUST 25: (L-R) Actors Aaron Paul, winner of the award for Outstanding Supporting Actor in a Drama Series, Anna Gunn, winner of the award for Outstanding Supporting Actress in a Drama Series, and Bryan Cranston, winner of the award for Outstanding Lead Actor in a Drama Series, for the show 'Breaking Bad', attend the 66th Annual Primetime Emmy Awards Governors Ball held at Los Angeles Convention Center on August 25, 2014 in Los Angeles, California. (Photo by Kevin Winter/Getty Images)

Previsível, chata e entediante são alguns dos adjetivos que caberiam como uma luva para a 66ª edição do Emmy. Com prêmios pulverizados, muitos idênticos ao do ano anterior, e a esperada consagração da quinta e última temporada de Breaking Bad, a cerimônia não causou emoção ou discursos inesperados, nem arrancou risos do público que a assistia. Até os bem vestidos convidados presentes no Nokia Theatre L.A., em Los Angeles, se esforçaram para rir das piadas feitas pelos apresentadores da noite. Especialmente Seth Meyers, o anfitrião, que não conseguiu conduzir a cerimônia com a mesma destreza vista em outras premiações este ano, como Ellen DeGeneres, no Oscar, e a dupla Tina Fey e Amy Poehler, no Globo de Ouro.

Como era previsto, Breaking Bad foi o grande vencedor e levou para casa cinco dos principais prêmios da noite: melhor ator e atriz coadjuvante em série dramática, para Aaron Paul e Anna Gunn, respectivamente; melhor roteiro de drama; melhor ator em série dramática, para Bryan Cranston; e melhor série dramática. Cranston, aliás, proporcionou um dos poucos momentos inesperados da festa ao dar um beijo cinematográfico em Julia Louis-Dreyfus, sua colega dos tempos de Seinfeld, depois da vitória da atriz por seu papel em Veep.

Apesar do triunfo merecido de Breaking Bad, havia uma expectativa de que outros nomes também brilhassem na festa, como a excelente True Detective, que levou apenas o prêmio de melhor direção de série dramática. Além do ator Matthew McConaughey, que protagonizou a produção, ou o coadjuvante Peter Dinklage, que fez um ótimo trabalho na quarta temporada de Game of Thrones, ambos bons nomes para as duas categorias masculinas de atuação em drama. A série de fantasia da HBO, aliás, saiu da noite novamente com as mãos vazias, mas levou a melhor nos prêmios técnicos, entregues no final de semana anterior, sendo laureada com quatro estatuetas artísticas.

Já Modern Family ganhou o prêmio de melhor série cômica pela quinta vez consecutiva, e deixou para trás a favorita Orange is the New Black. O ator Ty Burrell, que vive o personagem Phil Dunphy, foi eleito melhor ator coadjuvante de série cômica, o segundo Emmy de seu currículo, que conta com cinco indicações, todas da série que mostra o dia a dia de três famílias quase convencionais.

O déjà vu marcou também as categorias de melhor ator e atriz de série cômica. A primeira foi para Jim Parsons, de The Big Bang Theory, vencedor do ano passado, e que, dessa vez, concorria também como melhor ator coadjuvante em um minissérie ou telefilme por The Normal Heart. Essa é a quarta vitória do jovem que vive o personagem nerd Sheldon na sitcom. Entre as atrizes, a eleita foi a veterana Julia Louis-Dreyfus, que ganhou pela terceira vez consecutiva o prêmio por Veep.

Surpresas – As boas surpresas da noite ficaram reservadas aos filmes feitos para a TV e minisséries, categorias que nem sempre ganham a atenção merecida na premiação. Fargo, adaptação televisiva do filme de mesmo nome dos irmãos Joel e Ethan Coen, conquistou o prêmio de melhor minissérie e melhor direção em minissérie ou telefilme. The Normal Heart, drama produzido pela HBO sobre a luta contra a aids nos anos 1980, com Mark Ruffalo, Julia Roberts, Matt Bomer e Jim Parsons no elenco, foi eleito o melhor telefilme do ano. A britânica Sherlock, da BBC, também fez bonito ao levar três prêmios: melhor roteiro de minissérie ou telefilme; melhor ator coadjuvante, para Martin Freeman, e melhor ator, para Benedict Cumberbatch.

Leia também: Os vencedores dos prêmios técnicos do Emmy 2014

Em outro ponto baixo da cerimônia, o Emmy convidou o estranho cantor "Weird Al" Yankovic para fazer o único número musical da festa. Famoso nos Estados Unidos entre os anos 1980 e 90, Yankovic ressurgiu das cinzas recentemente na parada americana e, no Emmy, entoou letras humorísticas com o fundo das canções das produções indicadas ao prêmio de séries dramáticas. O mau gosto alcançou um nível tão alto que o público que conseguiu manter a TV ligada até o fim da apresentação deve ter questionado o porquê de ressuscitarem tal criatura.

Confira abaixo a lista com os vencedores do Emmy 2014:

Série dramática - Breaking Bad

Série cômica - Modern Family

Minissérie - Fargo

Telefilme - The Normal Heart

Ator de Série Dramática - Bryan Cranston por Breaking Bad

Ator de Série Cômica - Jim Parsons por The Big Bang Theory

Ator de Minissérie ou Telefilme - Benedict Cumberbatch por Sherlock

Atriz de Série Dramática - Julianna Margulies por The Good Wife

Atriz de Série Cômica - Julia Louis-Dreyfus por Veep

Atriz em Minissérie ou Telefilme - Jessica Lange por American Horror Story

Ator Coadjuvante em Série Dramática - Aaron Paul por Breaking Bad

Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme - Martin Freeman por Sherlock

Ator Coadjuvante em Série Cômica - Ty Burrell por Modern Family

Atriz Coadjuvante em Série Dramática - Anna Gunn por Breaking Bad

Atriz Coadjuvante em Série Cômica - Allison Janney por Mom

Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme - Kathy Bates por American Horror Story

Roteiro de Série Dramática - Moira Walley-Beckett por Breaking Bad

Roteiro de Série Cômica - Louis C.K. por Louie

Roteiro de Minissérie, Telefilme ou Especial - Steven Moffat por Sherlock

Direção de Série Dramática - Cary Fukunaga por True Detective

Direção de Série Cômica - Gail Mancuso por Modern Family

Direção de Minissérie, Telefilme ou Especial - Colin Bucksey por Fargo

via: