MUNDO
25/08/2014 10:48 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:53 -02

6 coisas que o mundo pode aprender com a França

franckreporter via Getty Images

Os franceses não trabalham duro o suficiente. Eles são arrogantes. Eles cheiram mal. Apesar desses pequenos problemas, os franceses também têm coisas a seu favor. Eis suas ideias que o resto do mundo pode "roubar".

Não despreze os livros infantis – eles podem mudar sua vida

little prince book

“Os olhos são cegos. Deve-se olhar com o coração.” Essa citação vem de “O Pequeno Príncipe”, de 1942. O livro do escritor e aviador Antoine de Saint-Exupéry, escrito durante seu exílio nos Estados Unidos, cativa crianças – e adultos – há gerações.

A sabedoria de “O Pequeno Príncipe” foi aceita muito além da França. O livro já vendeu mais de 150 milhões de cópias e foi traduzido para 258 línguas. E, em julho, um parque temático abriu as portas na Alsácia.

Uma refeição é uma obra de arte

french meal

Uma simples refeição vira uma festa de verdade quando os franceses comemoram aniversários, casamentos, nascimentos – ou só o prazer de estar perto das pessoas que amam.

É uma chance de comer e beber bem, mas acima de tudo de estar junto. Tudo, das receitas à qualidade dos produtos e ao vinho, é meticulosamente escolhido . Em 2010, as refeições gastronômicas francesas foram incluídas na lista de Heranças Culturais Intangíveis da Unesco, que honra as tradições culturais.

Três palavras: festa nacional de dança

music band street

Revelação: os franceses não inventaram a música. Mas, em 1982, o ministério da Cultura da França teve a ideia louca e brilhante de falar para todo mundo sair de casa, tocar música e dançar durante uma noite. Sempre na primeira noite do verão, a Fête de la Musique é hoje uma das melhores noites do ano.

Outros países copiaram a ideia. Fêtes de la Musique hoje acontecem na América Latina, na Bélgica, na Suíça e em Nova York.

Aproveite ao máximo seus domingos livres

french shop closed

Na França, o domingo é sagrado – um dia para aproveitaram o tempo livre, a família e os amigos. E muitos negócios franceses fecham aos domingos, com exceção daqueles em zonas turísticas, como a Champs-Elysées, em Paris. Apesar de haver leis em consideração para permitir que mais negócios abram aos domingos, os franceses sabem que às vezes a melhor maneira de passar um dia de folga é longe das filas, saboreando prazeres que não se compram.

Não há nada como uma conversa com uma das maiores mentes do mundo

descartes

No último ano do ensino médio, os estudantes franceses começam a aprender uma matéria que em muitos países não são ensinadas antes da faculdade, se é que elas fazem parte do currículo – a filosofia. Aos 17 anos, eles aprendem a usar o discernimento, fazer a grandes perguntas e estudam a história das ideias. Descartes, Platão, Sartre e Kant fazem parte do currículo. A prova de filosofia é a mais temida entre os que estudam para o Bac – o vestibular francês --, uma indicação da importância de pensar grande entre os cidadãos franceses.

Seja realista, exija o impossível

may 1968 france

Os franceses têm seus próprios slogans para expressa sua atitude perante a vida e o seu senso de possibilidade. Há o “sob os paralelepípedos, a praia”; “É proibido proibir”; “Poder à imaginação!”, “Seja realista, exija o impossível” e “considere seus desejos realidade”. Na França, essa frases são tão famosas quanto “Keep calm and carry on” no Reino Unido. Os franceses as usaram em maio de 1968, durante uma série de protestos iniciados pelos estudantes.

Este post é parte de uma colaboração de Outra Medida entre as edições internacionais do The Huffington Post.