COMPORTAMENTO
20/08/2014 18:57 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Estudo sugere que desenhos de crianças podem prever inteligência na vida adulta

LWA via Getty Images

Papais e mamães: prestem atenção dos desenhos que seus filhos fazem. Um novo estudo sugere que aqueles homens-palito não são apenas homens-palito. Eles podem funcionar como um indicador de desenvolvimento intelectual.

Os pesquisadores do King's College London pediram que 7.752 pares de gêmeos de quatro anos desenhassem uma criança.

Em seguida, eles classificaram, em uma escala de 0 a 12, os desenhos de acordo com uma série de critérios: pernas, braços, mãos e pés. Quanto mais realista o desenho, maior a classificação.

As crianças também passaram por testes de inteligência. O resultado: crianças com os desenhos mais realistas tiraram notas melhores nos testes intelectuais.

Dez anos depois, os pesquisadores fizeram um novo teste de inteligência com os gêmeos. Permaneceu o mesmo padrão: as crianças que fizeram os desenhos mais realistas aos quatro anos obtiveram os melhores índices de inteligência aos 14.

Ao Huffington Post, a pesquisadora-chefe do estudo, Rosalind Arden, disse que "desenhar é uma ação que resulta de uma série de processos cognitivos: percepção, foco, observação, atenção".

Mas não custa lembrar: se seu filho não desenha bem, não se preocupe.

Primeiro porque há uma série de fatores que definem o desenvolvimento intelectual da criança, tanto genéticos quanto sociais.

Segundo porque existem diversos tipos de inteligência, que se manifestam de diversas formas. "Nada em nossos dados sugere que os pais devam fazer qualquer coisa além de curtir os desenhos de seus filhos", disse Arden.

Terceiro que, se desenhar bem está associado a ser inteligente, isso quer dizer que treinar desenho desenvolve o cérebro.

Que tal tirar seu filho da frente da televisão e passar um tempo gostoso com ele, brincando com giz-de-cera e lápis de cor?