NOTÍCIAS
14/08/2014 12:30 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

San Lorenzo vence a Libertadores e papa promete receber atletas no Vaticano

AP

Em 106 anos de história, o San Lorenzo de Almagro, tradicional clube argentino, nunca teve tanta visibilidade quanto nos dias atuais. Em 2013, com a nomeação do argentino Jorge Bergoglio como papa Francisco, veio a revelação de que Sua Santidade adorava futebol e tinha um lugar especial para o "Ciclón", como é conhecido na Argentina, em seu coração. Muitos ouviram falar, pela primeira vez, do clube aí.

A torcida do novo papa, coincidência ou não, fez com que o clube atingisse um novo patamar. Se antes o "San Lore" era ridicularizado pelos torcedores rivais como o "Club Argentino Sin Libertadores de América", fazendo referência às iniciais do clube (CASLdeA), que significam Club Atletico San Lorenzo de Almagro, na noite desta quarta-feira, isso, definitivamente, ficou para trás. Ao bater o Nacional, do Paraguai, em um Nuevo Gasometro lotado, a equipe acabou com tal estigma e faturou a Libertadores da América pela primeira vez em sua história.

A noite de Buenos Aires foi de muita festa para os torcedores do clube. E também foi de muita alegria para um torcedor especial, que vive no Vaticano e que, no momento da conquista, viajava para a Ásia, para cumprir compromissos que seu cargo, especial, o faz ter.

O papa ficou feliz e quer encontrar os heróis da conquista

O monsenhor Gullermo Karcher, chefe de cerimônias do Vaticano, disse que o papa Francisco soube da conquista de seu time do coração assim que aterrizou na Coreia do Sul, onde participaria de um encontro com a juventude católica asiática. Karcher também afirmou que o pontífice pretende receber os atletas do clube argentino no Vaticano. "Receberemos os campeões com uma grande festa. Francisco os espera em Roma", afirmou.

Na quarta-feira, logo após a conquista, o apresentador de televisão e vice-presidente do clube, Marcelo Tinelli, famoso em toda a América Latina, afirmou, enfaticamente: "Levaremos a taça ao papa". O fanático torcedor do clube afirmou, ainda, que se dependesse dele, "iria agora mesmo" - a tendência é que o elenco viaje a Roma na próxima semana para compartilhar com o ilustre torcedor do clube "o momento mais importante da história do clube".

San Lorenzo campeão da Libertadores

Papa Francisco, torcedor do San Lorenzo